Friday, June 28, 2013

Helsinki Food - a versão portuguesa

Vamos jantar fora. Yey! Dia de festa! E onde vamos?

Pois foi algo que sempre me irritou, aqueles minutos em que se tem de decidir onde vamos... Não sei, onde queres ir? Não sei, e tu?

Isto já era assim em Portugal. Imagine-se numa terra onde não se conhece nada nem ninguém. É tiro ao boneco, correr riscos, viver perigosamente, no fim da navalha... 

Eu, como sempre, cheia de fabulosas ideias, na companhia de outros desgraçados que aqui estão neste fim-de-mundo, decidimos fazer um tour alimentar e experimentar 1 restaurante+bar por mês (pelo menos).
De modo a fazer a coisa mais memorável e para manter um registo, aproveito e partilho aqui convosco as experiências gastronómicas. Querem? Bem, se não quiserem têm bom remédio e podem fechar esta página já! JÁ!

Vocês ficaram. Muito bem, continuemos...
Vou dar pontos, como um bom site de restauração, avaliando a qualidade da comida, o serviço, o ambiente e para finalisar, o "value for money". Escala de 0-10, e a soma total.
Isto já começou em Maio. E os pontos que vão ver são da minha própria (e muito crítica) autoria. Estava aqui a ponderar, enquanto escrevia este post, que era mais justo e mais indicativo se eu desse oportunidade aos outros de fazerem o mesmo. Acho que vou fazer uns questionários para distribuir depois do jantar. E já agora, posso fazer as minutas do que foi discutido durante a refeição e retirar conclusões e "action points". Falo que nem uma verdadeira burocrata!! Bom? Mau?... não faço ideia... estou com medo...

Pronto... já passou a parvoeira. Vamos ao que interessa.

* Juttutupa: Diz-se que era o "hanging place" do tio Vladimir Lenin, quando era vivo e estava exilado aqui em Helsínquia. Só por isso, já vale a pena ir espreitar. Tem muita madeirinha, dando um ar aconchegante, muita parafernália pelas paredes mas nada de relevante. A sala anexa tem outro "feeling" completamente diferente, com um estilo neo-clássico, que lhe ficava bem. E ainda mais outra sala onde uma banda de Rockabillies finlandeses tocava. Pelos vistos tem música ao vivo, e um terraço virado para o lago, que permite admirar o pôr-do-sol (ou somente o sol, naquela altura em que ele não se põe).
Qualidade da comida= 7
Qualidade do serviço= 7
Ambiente= 8
"value for money"= 7
Total: 29
Admito que já não me lembro muito bem de algumas coisas... Mas lembro-me que comi um prato com vários tipos de carne, grelhada, tenrinha e que me soube muito bem. Como viram, eu gostei. Se vierem cá, podem ir lá comer.
* Depois disso, tentámos ir ao bar Moscovo (para manter a linha comunista da noite), mas não correu bem. Estava cheio e não apareceu ninguém ao balcão durante o tempo todo que ali estivémos (que não foi muito). Por isso, viémos embora, ficámos a conversar na rua e fomos para casa. Eles é que perderam! Status: pending.

Desta vez não há fotos, mas também não prometo que tire no futuro pois se eu não gosto de ver pessoas a tirar fotos à comida, também não o vou fazer. Só se valer mesmo a pena...

E assim termina a minha primeira "Food review from Helsinki". 
Críticas aceitam-se.

No comments: