Monday, October 10, 2011

limões e limonada

Ao menos apanhei sol, apanhei calor. Fui à praia, dei mergulhos, comi as comidas que andava a desejar, passeei, revi amigos e família de quem tinha saudades. E adorei. 

Cabo de S. Vicente... e o mar azul
azul... da cor do céu
Meia praia, Lagos
Manta rota
oh yeah, baby!
6-7 minutos vistos do...
Adamastor

sniff
Foram umas férias muito nostálgicas. Não só pelo evento em que fui forçada a comparecer, mas pelo estado da nação, pelas esperanças desvanecidas, pela voz desmotivada de toda a gente, do desespero. Jesus, cada telejornal era uma enxurrada de tragédias e temas depressivos. 
Mas há sol e praia, comida boa, mar azul, montanhas, tudo o que nos é familiar está ali... uma pessoa até se esquece do estado de calamidade em que o país está! 
Mais uma vez, o que mais conforto me deu, foi compreender tudo que se passa à minha volta: as conversas, as referências culturais, a TV, os anúncios... Eu sei que é uma grande parvoíce, mas é de facto o que mais me incomoda nisto de ser emigrante. 

Passou-me pela cabeça, numa fracção de segundos, tentar pedir transferência para a instalação da minha empresa em Sines... mas depois foi-se... 

No comments: