Saturday, August 13, 2011

trovoada


Pois eu detesto este tema: o tempo. É tema de conversa entre 2 pessoas quando não existe mesmo mais nada de nada para falar, quando estamos em situações menos confortáveis, a partilhar elevadores ou espaços com desconhecidos. É mundano. É vulgar. E eu não gosto. 
Contudo, o tempo nesta terra é algo que me está a começar a entrar-me na pele, está a começar a causar-me irritação e já estou farta de pôr pomada e não passa. Está a deixar-me doente. Passou de tema desprezado a um dos mais importantes da minha vida neste momento.

Acho que há mais de um mês que não há um dia de sol. Há dias que amanhecem menos maus, mas passadas umas horas a nuvens voltam e caem cargas de água.

Estas baixas pressões, estas nuvens baixas, este tom de cinzento, esta claridade branca estão a causar-me uma grande falta de alento. 
Estou a começar a odiar esta terra... Assim que puder, vou-me embora. Está decidido. Para onde? Não interessa. Mas aqui é que não.
E não, não é só o tempo. É também as pessoas. 
Está a ficar insuportável...

No comments: