Sunday, August 7, 2011

Das Ende des Deutsch-Tour

Parte 3 e final. Estava em Frankfurt... e o dia seguinte amanheceu sem chuva e com perspectiva de sol! GANDA MALUQUICE!
Ao pé de Frankfurt existe uma zona verdejante, o bosque preto, a floresta negra. Estando tanto tempo aqui neste país achatado, em que dois montes de areia pode considerar-se uma cordilheira, percorrer uma estrada serpenteando encostas de verdade, quase a fazer lembrar a serra de sintra, foi um prazer! 




Muito bonitinho e embora muito diferente, trouxe-me reminiscências dos meus passeios na serra da Arrábida. *sigh*
Uma paragem para retemperar energia, ali no chalet da montanha.




Next stop, Estrasburgo. Quando chegámos, tinha havido uma manif e ainda se encontrava muita gente com banners com palavras de protesto. A malta tinha todo um aspecto hippie e uma das bandas até se deu ao luxo de tocar o "always look on the bright side of life" dos Monty Python, que me deixou muito comovida! :P



A zona comercial é ENORME, muita gente na rua, sente-se o dinheiro a circular!! O novo e o velho novamente em contraste, alguns desses tête-à-tête são bem sucedidos, outros nem por isso. Mas de um modo geral, a cidade transmitou-me muito boa energia! Adorei!   





O jantar foi de cair para o lado. Descobrimos no guia uma cervejaria que tinha no menu um prato com as especialidades da região. BRING IT ON!
Começámos com uma sopinha, que diziam que era um consumé com um ravioli... só que GIGANTE! Imaginem o interior de uma salsicha mas dentro de um ravioli e este a boiar num caldinho de carne bem saboroso! Depois, uma frigideira com rolo de carne, mais outros raviolis, sauerkraut, massa e queijo, salsichas... Oh meu deus...
Tudo óptimo, gostoso, enfarta brutos! Quase que fiquei cega e mal conseguia respirar... e não comemos tudo! QUE CRIME!
O dia seguinte foi o dia de regresso, em que se fez mais de 600Km... só de me lembrar disso me faz doer o cu... 
O Museu da Porsche era ali nos arrebaldes de Estugarda e após a visita, toca de volta para Spijkenisse. 
Pelo caminho fez-se um desvio para visitar um castelo, um dos mais bonitos e bem conservados, todas as reviews diziam maravilhas. Vi uma das paisagens mais bonitas da minha vida, um vale criado pelo Reno, encostas verdes e uma terreola muito catita no sopé. Digno de filme. A estrada para o castelo estava em obras, tabuletas mandavam-nos para um lado e o GPS para o outro. Well, this sucks! Entretanto caiu uma grande carga de água e eu ali, de um lado para o outro e a chamar nomes requintados à tipa do GPS. Frustrada e perto da hora do fecho do castelo, lá dei com aquilo... 

quase lá...
yey...dei com isto... 
bela merda!
Que desilusão... Estava em obras, guindaste e andaimes, alas fechadas... :( Fiquei triste. Tanto trabalho... para nada... Nem deu pica para entrar. Vi só por fora. :( *snif*
Mais 400 Km de autoestrada, non stop! Phew... nessa noite sonhei com alcatrão!
See you next time, Germany. Very nice to have met you!

No comments: