Sunday, May 8, 2011

dia da rainha, amsterdão.

O ano passado, morava em Roterdão, tinha começado a trabalhar, estava em contenção de despesas, pelo que fiquei-me pela vizinhança. No dia da rainha (dia 30 de Abril), que por ironia do destino é também o aniversário do meu rico paizinho (quer queiras quer não queiras tens de festejar a data!!! :P), os holandeses saem à rua engalanados com os seus melhores enfeites laranja choque, com o único objectivo de se embebedarem/ganzarem ou ambos os dois. Vagueiam pelas ruas, parando nas inúmeras bancas de cidadãos que vendem a sua tralha por todo o lado, desde sapatos e roupa usada, até aulas de "poll dancing" (porque não), bibelots dos bonitos!!, comida caseira, brinquedos, vinis... imaginem qualquer coisa e aposto que está à venda. 
Este ano, o dinheiro já corre a rodo (ahah) e aumentámos a parada: fomos a Amsterdão. Passa-se o mesmo, mas cerca de 10X mais: mais gente, mais tralha, mais bebida, mais mijo! 
Acho que já tinha dito que ADORO Amsterdão e os nossos amigos que lá moram encontram-se estupidamente bem situados e foram uns gajos bacanas e deixaram-nos ficar na casa deles neste dia intenso! Fomos logo na sexta para não perder pitada da festa!
Fomos recebidos de braços e garrafas abertas, para relaxar depois de uma semana longa de trabalho. 
Faço aqui um apontamento que eu, a je, não sou de beber, não gosto de cerveja e não me embebedo. Fico contentinha e chega. E foi isso que aconteceu. 
Alcançado o ponto de rebuçado, decidiu-se que o melhor era mesmo ir para a rua, ver a festa! O famoso distrito da luz vermelha estava à pinha, as meninas aproveitando o dia de multidão para fazer mais uns cobres, coitadinhas, que têm uma família para alimentar. Eu tive pena delas e ia-lhes mandando beijinhos através das montras. Elas iam sorrindo (aposto que era para os gajos que iam connosco) e abanando as mamocas. As que não respondiam, levavam logo um: C'a ganda p***! E foi assim que eu fui percorrendo as ruas até ter pedido um martini e quase que me ia vomitando. Tcharã! Acabou-se a noite.
No dia seguinte, o dia em questão, fomos respirar o ar cheio energia que por ali circulava, fomos ver um concerto de música tipo rockabilly (a contrastar com a música tungs-tungs que se ouvia por todo o lado), no relax... ;) Foi muito bom! 

eu sempre quis uns óculos à gata
tralha... e uma vela muito grande.... ou talvez não...
chegámos cedo ao concerto
o laranja é a minha cor! 


a famosa foto: deixem-se estar aí para apanhar o palhaço lá
atrás a brincar com um diablo...
e foi chegando mais gente
os hare krishnas a manifestarem-se! :P Hare hare hare
krishna krishna krishna
boat jam!
a ver o pôr do sol no melhor apartamento
 de Amsterdão do mundo!
no dia seguinte, para retemperar energia,
um passeio até ao lado norte...
...até um café do mais relaxado que pode haver!
 Lazy sunday afternoon...
olhá ali um submarino
para terminar, jantar num chinês estupendo,
com direito a gongo e tudo!
O DINHEIRO!!!! O DINHEIRO!!
o bando todo (excepto eu,
mas isso já estão fartos de ver!)
Este post é dedicado à Sónia e ao Samuel, por viverem em Amsterdão, por nos receberem tão bem, por nos convidarem e por nos deixar lá ficar!! :) Beijinhos para vocês! 

No comments: