Sunday, March 20, 2011

"dare to do it" day


Pois que adoro a Audrey Hepburn! E fiquei a saber que a mãezinha dela era uma baronesa holandesa. Hein? Que tal de informação desnecessária? 
Isto para contar que ando a tentar colmatar as minhas falhas cinematográficas da lista dos "100 filmes que se têm de ver antes de morrer". Alguns só tenho de rever, pois quando os vi não tinha idade mental suficiente para os compreender na totalidade. Outros tenho mesmo que ver pois fazem parte da história do cinema e gostava de saber porquê. 
Agora foi a vez do "Breakfast at Tiffany's" de 1961, com a senhora Hepburn no seu melhor. A gaja tinha um estilo do caraças! Não é de admirar o sucesso que teve. Um bocado magrinha demais mas, tendo em conta a sua biografia, ela passou um mau bocado durante a II guerra mundial (afinal, ela estava aqui ao pé de mim) e tal evento deve deixar sequelas... 
O filme em si não tem nada de extraordinário, para dizer francamente, nenhuma realização por aí além, aquelas histórias cheias de moral da américa dos anos 50-60, sobre uma criatura um bocado maluca dos cornos, tentando ser quem não era, fugindo de si própria... blábláblá... Tem uns momentos cómicos, é um filme que se vê muito bem, devido à Audrey! Ela dá ali vida a uma personagem cheia de carácter, com uma visão não convencional sobre a vida e que tenta aproveitar ao máximo a sua existência. 
Há uma passagem no filme em que ela diz que tem dias em que apenas faz coisas que nunca fez na vida. Eh pá!! Mas que bela ideia!!! Sai-se à rua... vai onde ainda não se foi... faz-se algo que nunca nos atrevemos a fazer... you get the point... Não parece bem?? Bora fazer?? assim... uma vez por mês? Fica ao vosso critério. Mas fica aqui a ideia!


No comments: