Thursday, November 18, 2010

Tindersticks

O concert foi bom mas fez doer as pernas
Texto de Tânia Feliciano, enviada especial do taniaderoterdao.blogsopt.com


Após um percurso de 40 minutos de comboio e de uns quantos de autocarro, chegámos ao Tivoli, no coração de Utrech. Uma sala de espectáculos que passa despercebida, numa rua calma, sem carros, em frente a um canal ladeado de árvores (que é o cenário normal das ruas desta terra).
Estão a ver o Santiago Alquimista? Agora dupliquem o tamanho, coloquem um palco como deve de ser e eis o Tivoli de Utrech. Ficámos "confortavelmente" instalados no varandim do 1º piso, com perfeita visibilidade. Para aquecer o público, foram desenterrar em Austin, Texas, USA, os Balmorhea (nome muito infeliz, muito próximo de maravilhosas palavras como gonorrea ou diarreia). Um sonzinho agradável, um grande esforço musical, talvez um bocado demais para as suas próprias limitações. 
Passados uns 15 minutos, lá apareceram os senhores que fomos ver! Tocaram muito bem, como é seu apanágio e o Stuart estava no seu melhor, vibrando, emocionando, encantando! Kudos to you, Stuart darling! 

Fiquei 3 horas de pé e não cantaram o "she's gone" nem a "tiny tears" que são as minhas favoritas... :s Não se pode ter tudo... 
Para a próxima levo uma cadeira.

No comments: