Wednesday, October 20, 2010

tá mau, tá

Se eu já não me tivesse vindo embora, acho que estava a chorar baba e ranho de arrependimento, frustração, desespero e sabe-se lá que mais... 
Embora eu até não estivesse mal de todo em Portugal (afinal, um trabalho nos quadros da função pública, hoje em dia, já não é para todos) o ordenado não era grande coisa e a esperança de este vir a melhorar, de modo a começar uma família e poder viver (e não apenas sobreviver), estaria a kilómetros luz de acontecer! 

Este senhor diz aqui umas quantas verdades. Há que abrir os olhos e deixar de se ser uns comodistas, laissez-faire/laissez-passer, bon-vivants, sempre a contar com o ovo no cú da galinha. Ponham os olhos nos franceses!! Isso é que é mobilização!! Essa gente sabe fazer revoluções! :P

Devo confessar que este estilo de viver a vida dos portugueses nunca foi de encontro ao meu.  Desde criança, sempre achei que se tinham enganado nos meus papéis. O senhor que distribui as ordens de trabalho pelas cegonhas não devia ser dos mais competentes e fez com que a minha cegonha me deixasse onde deixou... Devia ser um funcionário público português.

No comments: