Tuesday, August 31, 2010

não sou egoísta

Gostava de ter à vontade e a certeza que não iria ser nenhum transtorno :P Mas adorava partilhar a minha música com os restantes passageiros da carruagem onde viajo. No meu percurso de 20 minutos de metro (que passa quase por comboio, pois cerca de 80% da viagem é à superfície) vou a ouvir o meu mp3 com a selecção musical mais eclética que há! E apetece-me taaaaaanto cantar!! Canto para dentro, claro... mas o que queria era mesmo gritar sonoramente umas áreas da Carmen, do Rigolleto, baixar de tom para uma Nina Simone, Nick Cave, passando por uns divertidos Wham e Mamomas Assassinas e, se ainda houvesse tempo, cantar um faduncho cá da alma. 
Aposto que todos iam trabalhar com um sorriso nos lábios! Eu sei que eu ia! :)


(post dedicado à Sara, que não compreende... :P)


Ps. Pensavam que ia escrever alguma coisa sobre o meu aniversário?? Enganaram-se! :P 

Monday, August 30, 2010

what the fuck is this shit?!!

É dia 30 de Agosto.  
Às 20:40h saí da minha aula de holandês. Apertei o casaco e montei-me na bicicleta.
Estava quase de noite, no final dos 7-8 minutos... Vá lá, não estava a chover.
Vim a pedalar depressa para tentar aquecer e vim a desejar ter comigo umas luvas. 
Neste momento, estão 13ºC.
É dia 30 de Agosto.


PS. Desculpem o tema mais trivial do mundo... mas estou chocada com a quantidade de tempo de merda que tem estado, verão, nem vê-lo, o estronço, armado em púdico. 
Agora não se esqueçam!! É 30 de Agosto... depois 31... e ópois... :D

Sunday, August 29, 2010

I love me pens!


Estive a rever a magnífica série britânica "Liga de Cavalheiros".
Quando a vi pela primeira vez, na rtp2, fiquei boquiaberta com o quanto negro e perturbador o humor desta série é. As personagens são tão ricas, tão bem caracterizadas e interpretadas pelos camaleões que as escrevem, que é um gosto! Escreveram 3 séries passadas em Royston Vasey sendo que, na minha opinião, a última é a apoteose! E o mais macabro especial de natal que alguma vez vi na minha vida. 
Fizeram um filme, Apocalypse, utilizando várias personagens da série. Não desgostei, mas pessoalmente, achei que ficou um bocado aquém do poderiam ter feito, principalmente em termos de história. 
A mesma equipa juntou-se posteriormente e criaram "Psychoville". Mais uma vez, construiram um mundo surreal, repleto de personagens saídas de um buraco qualquer, cheios de psicoses incomodativamente hilariantes. Tive pena de não a conseguir encontrar com legendas pois houve algumas coisas que tive dificuldade em perceber...too british... Mas vou revê-la, sem dúvida - and you should too! ;)

A senhora da imagem é Pauline Campell-Jones, uma lésbica de meia-idade que trabalha no centro de emprego de Royston Vasey, esfregando na cara dos desgraçados a dura verdade da vida deles. Lovely! :P E ela tem uma panca com canetas, assim como eu! Yep, me gusta canietas. Quando a oportunidade surge, eu gamo-as! :P 
Para além de canetas, também gosto muito de brochuras, de papelinhos dobrados em três (ou em dois), livrinhos, que há nos postos de turismos, na câmara e instituições culturais. São deveras informativos e são de borla! Tenho pilhas dessas merdas em casa! Gosto de saber das actividades das cidades, da programação do CCB cá do sítio, dos festivais, das promoções... 
Foi por causa dessa minha mania que fiquei a saber que para o próximo fim-de-semana vai decorrer o festival do porto de Roterdão. E vai ter fogo de artifício e música e barquinhos e barraquinhas e é de borla. Vai ser giro. Agora é esperar que o S. Pedro não tenha a bexiga cheia... :S Que isto é Agosto mas aqui não se nota... 
Acho que vai ser a primeira vez que não morro assada no meu dia de anos!!! :P 
(FALTAM 3 DIAS!)

Friday, August 27, 2010

be aware!



Quando se fala em Holanda, os primeiros pensamentos que nos saltam à cabeça são as túlipas, os sapatinhos de madeira, os campos planos e verdejantes, moinhos, diques, canais e afins. Por outro lado, ocorre-nos as coffee-shops, a legalização das drogas, o red-light disctrict, a legalização da prostituição, gay sex, liberdade de expressão, enfim, aqui pode fazer-se tudo o que nos der na real gana! Viva a Holanda!! Tudo muito bonito, não é verdade? Siiiimm! :P

O que também é muito bonito é um lago que existe em Roterdão, o lago Kralingen e o "bosque" Kralingse. É um local com um verde luxuriante, recortado por caminhos para bicicletas e peões, onde nos embrenhamos de tal modo na natureza que nos conseguimos abstrair que nos encontramos numa cidade desta magnitude. 

Das poucas vezes em que mencionei "Fui passear ao Kraligse", perguntaram "E não viste lá nada fora do normal?". Vi muitos passarinhos e muita árvore... mas isso é normal. O que raio mais se encontra ali?? Segundo a "local people", este arvoredo é muito conhecido por albergar encontros de "swingers", sexo em grupo, bang-bangs, whatever, tanto hetero como homossexuais. É assim tão in-your-face que a Câmara sentiu necessidade de colocar avisos. Para além de delimitar o espaço designado para o evento (fora do qual serão multados), o sinal evita que os incautos não tropecem em ninguém e afastam os facilmente ofendidos perante tal visão.
A posição dos pés deve ser aleatória, i presume

Até pode ter alguma lógica (eu pessoalmente, não a encontro), mas o curioso é que o aviso é só para o sexo em grupo GAY! Porque esse sim, é que é perigoso ver! Pode cair um olho!! (qual olho?! AHAHAH)

Tuesday, August 24, 2010

abram alas para o Nody

Pois então não é que fecharam umas quantas de ruas desta terra e puseram uns carritos a dar umas voltinhas? 
Eu fui ver, porque era domingo e estava a apetecer-me levar com chuva na moleirinha. Armados de escadotes, lá fomos gramar com o pivo a borracha queimada, decibéis grotescos e ainda batemos palminhas.

ai querias sol? Era o querias!


tentativa de foto a carro rápido #1

Tentativa #2

Ahhhh.... 

As gajas boas, boas mesmo boas!

este fez uns peões à nossa frente...
cof cof.... borracha para o pulmão

uma amostra do ruído


Demoravam muito tempo entre cada passagem e como é lógico, apenas dá para ver o carro um centésimo de segundo... 
Depois de absorver a experiência durante umas boas horas e de o cérebro ter trabalhado um bocadinho, decidiu-se que o melhor mesmo era ir para casa ver aquilo na tv enquanto se comia e bebia, numa cómoda cadeira, secos e confortáveis (que burguesa que a menina está! :P)

E assim aconteceu a Bavaria City Race de Roterdão. Não sou fã de desporto automóvel, não, não sou. Fui ver para contar como é que foi. E foi assim: para a próxima, não vou! :P

Friday, August 20, 2010

E têm de me aturar que até se lixam!

should I say or should I go?
Não, não são vocês, caros leitores, que se encontram no quadradinho no cú da Europa (no pun intended). São mesmo os holandeses, como castigo de andarem a roubar os portugueses durante o antigamente eheheh. Não é que pensasse em regressar (de todo!) mas até Outubro de 2011 tenho emprego garantido, que me vai permitir aprender mais um bocadinho da língua de trapos e consequentemente aumentar o meu leque de futuros empregos que ainda posso vir a ter, logo melhorar exponencialmente a minha qualidade de vida aqui. E eis o plano. Não tem falhas, pois não?! Claro que não! Não sejam negativos!




Isto se não me chamarem para ir para o melhor país do mundo!! I'm their bitch! :)



PS. Segundo o ranking, a Holanda está em 8º. E Portugal em 27º... É por estas e por outras, que não me apetece andar de cavalo para burro...

Thursday, August 19, 2010

expliquem-me lá isto:

É verão. Meio de Agosto. Temperaturas médias de 20-25ºC. Apetece andar com isto:
Contudo, é de perder a conta a meninas, pequenas e graúdas, jovens, mulheres, com um sentido de moda indiscutível, que calçam isto:


T-shirts, por vezes camisolas de alças, calças justas e isto a sair dos pés!! Mas esta gente droga-se? AHAHAHAHAH


A minha questão prende-se com o seguinte: Será que estou a ficar dormente e realmente está frio?! O que calçarão em Dezembro?

Wednesday, August 18, 2010

I'm quitting people!





O próximo investimento emocional vai ser num animal, sem dúvida!

Tuesday, August 17, 2010

arroz-doce

Há já muito tempo que não comia, pelo simples motivo que não o sei fazer. 
Os que andam para aí é tipo cimento armado, que se arremessa à parede e fica lá. Não gosto disso! Gosto do da minha mãe! É o melhor arroz-doce do mundo, assim como qualquer arroz-doce feito por qualquer mãe... Mas o da minha é melhor que o das outras, temos pena! :P
Aproveitando uma visitinha de médica, cravei a minha mãe para o fazer e ensinar-me!! Escrevi tudo e tirei fotos para não perder pitada! E estava booooommmm!! Querem ver um bocadinho? (ah pois, porque não vou dizer como é que ela faz! É segredo!)




Quando era criança, a minha mãe dava-me a canela para a frente para eu o enfeitar e eu lá me entretia, com a canela apertada entre o indicador e o polegar, qual o pincel numa tela em branco, percorrendo a superfície do pires de arroz-doce e, inspirando-me em Pollock, lá ia salpicando aquilo tudo. Mas ficava bom à mesma.

Monday, August 16, 2010

ramadão

Durante cerca de 30 dias, as alminhas muçulmanas do mundo não comem nem bebem desde o nascer ao pôr-do-sol. Como o nosso calendário é diferente do deles (o nosso é solar e o deles é lunar), de ano para ano o ramadão "anda" 11 dias. Este ano, calha no pico do verão, numa altura em que os dias ainda estão bastante compridos. Começou a 10/11 de Agosto e termina a 9/10 de Setembro. Esta gente trabalha um dia inteiro, sem comer nem beber água! Nada! 
Segundo a minha colega muçulmana (uma menina de 21 anos, muito bonitinha, que gosta muito de se maquilhar, muito vaidosa e que anda tapadinha com os lencinhos - hijab), ela acorda às 4 e tal para rezar e aproveita e vai logo trabalhar. Mas isso é ela, que "não quer saber" pois o que a religião diz é que só podem ir trabalhar ao meio dia, e por isso, esta semana, há um grande número de pessoas  no laboratório que estão a entrar a esta bela hora... Acho mal! Quem adoram e o que fazem no seu tempo livre, é lá com cada um, agora desestabilizar equipas, trabalho, organizações porque a "religião não permite"... se isto fosse um país muçulmano, ainda vá... em Roma, sê romano e isto roça a má educação. Como um hóspede abusador, que põe e dispõe da nossa casa sem pedir permissão... mais uma vez, a thin red line entre a liberdade de expressão e xenofobia... pano para mangas, mas não agora...
Nos intervalos, estas almas ficam a olhar para o resto das pessoas e não tocam em nada (ela pediu-me para ficar à porta dos cacifos para ver se vinha alguém para beber um gole de água... minha nossa senhora...). Como ela tem uma irmã com um ano e meio, questionei-lhe: também não dão de comer à criança?! Ah, vá lá, só a partir dos 9 anos é que se começa a fazer jejum.
Uma particularidade: quando se está com o período, pode esquecer-se o ramadão e comer. No entanto, como ela é toda complicada, não come para os outros não falarem. :S  


Há uns tempos, quando ela me falou pela primeira vez no ramadão, eu abri muitos os olhos e fiz papel de parva. Infelizmente (?), nunca conheci nenhum muçulmano que me pudesse esclarecer em todas as idiossincrasias desta religião. Perguntei-lhe "então mas isso do jejum... é para quê? O que é que retiram daí?" Ela respondeu  que se sente muito bem quando o faz... sente-se limpa e pura...  tentei investigar mais um bocado sobre o que ela me estava a dizer. Resposta: "Vou perguntar ao meu pai"!

E nem vou dizer mais nada, que está tudo dito. Pode ser que durante estas semanas, em comunicação indirecta com um patriarca fundamentalista muçulmano, algumas das minhas dúvidas existenciais sobre o islamismo se extinguirão.... ou talvez não.
Será que à noite enchem a mula? Qual é o point de andarem a penitenciarem-se durante o dia se depois podem cometer todos os excessos?? A coisa anula-se, não??! A introspecção efectuada durante o dia esfuma-se perante uma terrina de comidinha saborosa, não? Estamos a falar do Homem, a criatura mais deplorável à face da terra! Does not compute... não é religião para mim! 

PS. Encontrei este site curioso, cheio de novidades da moda feminina muçulmana, para todas as ocasiões: para rezar, para ir à praia, os alfinetes, para as crianças... it's fucking depressing. Aqui vêem-se muitas mulheres assim, no rigor da moda. :(

buáááá


sniff... sniff...

Já... sniff... não ...sniff ...posso ...sniff ...ter... sniff ...férias ...sniff ...no meu dia...sniff... de anos... BUÁÁÁÁÁÁ

Sempre que pude, tirei sempre férias no meu dia de anos. No meu dia especial, se puder, evito ter obrigações e faço o que me apetece, algo diferente, fora do quotidiano. De todos os anos que trabalhei, julgo que só tive de lá ir em 2 ou 3 aniversários. Nada mau.

Continuando este ano atípico, pimbas, toma lá! E era para ser pior: ter de trabalhar no turno de noite com um dos piores colegas que lá param! Ia-me dando uma solipampa! Chorei, bu-uh, buáá... 

E para não me ouvirem, até dão dinheiro! Fico com o turno de dia e saio às 4 (pode ser que consiga sair mais cedo) e sempre ainda tenho tempo para ir dar uma voltinha, fazer qualquer coisa... sei lá! 

Por isso, vejam lá, não se esqueçam, porque vou estar tristinha e preciso de miminhos! Ao menos nesse dia! 

Thursday, August 12, 2010

they're gone

Como tudo na vida, assim com a própria.... tudo é efémero. 

Eles voaram.


Puff... que estava difícil!!

Sunday, August 8, 2010

procrastination...

...Thy name is Tânia.

Como me odeio às vezes...


Miss Vindimas 2010

A foto não é relacionada com nada... apenas achei gira e fez-me lembrar as festas de Palmela e do seu moscatel em copinho de chocolate... hhhhmmmmm... É já em setembro... no mês do meus anos... cof cof... se quiserem mandar qualquer coisa, tipo, sei lá, t-shirts ou assim, podem mandar um mail que eu mando a minha morada! :D Happily!!! eheheheh Já sabem qual é o dia, não é verdade?? T-23 dias...

Saturday, August 7, 2010

uma noite de verão

Ontem, armei-me em gaja e decidi empinocar-me para ir beber um copo a um get together mensal de gente estrangeira que está em Roterdão. Cansada de vestir casual e de calçar ténis (pois o meu trabalho assim o exige), vesti uma coisinha mais bonita, pintei os olhos, enrolei as pestanas e calcei uns sapatinhos todos giros. A festa era a uns 10 minutos a pé, achei que não me ia acontecer nada. 
Quando lá cheguei, no meu pezinho de princesa já tinha um dedo em carne viva (e não, não estou a exagerar!). E pronto, acabou-se a pose! Com andar deficiente e ar de dor estampado na cara, lá cheguei ao local. 
Já lá tinha estado 2 vezes e das 2 vezes não gostei. Deparei-me com uma sala com música MÁ alta, grupinhos por todo o lado e uma sensação de que estava meio mundo a tentar comer o outro meio... Mas desta vez, como se trata de uma sala no topo de um edifício no centro da cidade com acesso ao roof-terrace, parecia um bom local nem que fosse para se ir beber a bebida de cortesia à borla, ver a paisagem e principalmente apanhar ar e sair de casa. 
Por volta das 20:00, o tempo estava bom, mas a hora da bebida de borla já tinha acabado! DAMN! Trocou-se dinheiro por moedas de plástico, cor-de-rosa shock, dos carrinhos de supermercado e vai um Martinizinho para a esplanada, s.f.f. A minha amiga nova da Turquia foi lá ter connosco e ali se esteve um bom bocado a conversar. Ela é muito fixe, tem um sentido de humor assim para o ácido, como a gente gosta e é engraçado descobrir que temos muito em comum mesmo com culturas e vivências tão diferentes. Ela é do signo da minha mãe e como tal, é uma comunicadora nata (porque a astrologia é uma ciência exacta e é mesmo assim :P), o que é óptimo, pois retira-me um bocado a responsabilidade de manter uma conversa! eheheh Mas também não faz milagres! Situação: um rapaz, que devia estar desesperadamente a tentar arranjar amizades, chegou-se ao pé de nós e, interrompendo a nossa conversa, disse: "Hello". Respondemos delicamente, claro. Ele não disse mais nada... nós também não... ele ali ficou a olhar para nós... eeerrr... e continuámos a conversa que ele interrompeu... E o rapaz foi embora. Pheewww. That was awkward... :S Estão a ver porque sou anti-social?? Para nunca na minha vida ter de me encontrar na situação do rapaz! Foi muito painful! Continuando, lá se encontraram outras pessoas que já conhecíamos, trocaram-me mais umas parvoíces, bebeu-se mais um copinho de vinho tinto espanhol e eram  11 da noite!!  WAW! 
Enrolei um lenço de papel ao dedo do pé estropiado e lá vim, devagar devagarinho, pelo braço, até casa. Ainda estava muito boa temperatura e muita gente na rua. 

Cheguei a casa e calcei os meus chinelos pindéricos... mas eu queria era um destes, fofinhos, bons para atravessar pântanos.

Estou a fazer este post porque de facto foi um evento: eu fui a uma discoteca, conversar com pessoas que mal conheço, e até não foi mau de todo! 
Estão a ver? Estou a evoluir! 
O que virá a seguir? Até estou com medo... :P

Wednesday, August 4, 2010

negativa? Moi?

O mundo científico mais uma vez está de parabéns, mais uma descoberta bombástica, desta feita, a nível da sociologia (que é uma área recheada de informação deveras interessante e importante!). Docentes de  universidades norte-americanas, juntaram esforços e conseguiram lançar mais alguma luz sobre o misterioso mundo do Homem enquanto agente social: 



E continua:

"They discovered particularly strong associations between positively judging others and how enthusiastic, happy, kind-hearted, courteous, emotionally stable and capable the person describes oneself and is described by others.  [...]  
"The simple tendency to see people negatively indicates a greater likelihood of depression and various personality disorders." 

Omg, omg, omg... Eu, que sou UM MONSTRO, nem quero imaginar o que me pode acontecer... vou ter um fim horrendo, deprimente, doente, maluca dos cornos... Oh destino cruel, destino cruel!

Tenho que me conformar, pois agora tenho a certeza, pois este estudo comprovou-o! 

Tuesday, August 3, 2010

adolescência

Não, não vou escrever sobre a minha adolescência... Nunca mas saía daqui... Mas vou colocar imagens dos meus vizinhos borrachos, que já estão nessa fase maravilhosa do desenvolvimento.

Ainda debaixo do regador



Ainda com vestígios da plumagem infantil, mas já com as borbulhongas dos adolescentes


E a fazerem da sua casa uma POCILGA!! And it's starting to smell... eeewwww

É bom que aprendam a voar depressa e que saiam já daqui para fora para mandar para ali um bom balde de lixívia!! 

Monday, August 2, 2010

(sem título)




Smultronstället, Ingmar Bergman (1957)

Sunday, August 1, 2010

é hoje!

Num episódio em que a família Simpson vai a uma feira medieval, a Lisa entra numa tenda de uma daquelas senhoras que prevêem o futuro... Nesse futuro, a Lisa anda na Universidade e conhece um rapazinho todo british e vai casar com ele. Claro que os modos requintados da família dela vão chocar com as paneleirisses da família "posh" do tipo. E é assim o episódio
Pois esse evento, escrito em 1995 como um futuro longínquo, chegou e é hoje!

Gostava de ir... :P