Wednesday, June 30, 2010

lazy bastard

Tenho uma pomba a fazer ninho na varanda. Ao dizer isto, aposto que estão a imaginar um ninho redondinho, cheio de palhinhas e pauzinhos entrelaçados, com 2 ou 3 ovinhos lá no meio. Enganam-se. Estes animais nojentos (no me gusta pombos), estão de tal maneira habituados a viverem entre os humanos, que já lhes apanharam os maus hábitos e estão a tornar-se cada vez mais relaxados e sem primor em fazer as coisas. 
Pois o "ninho" acima citado é nada mais que meia dúzia de paus, dispostos aleatoriamente no chão, entre um vaso e a parede, protegido por um regador grande que se encontra caído e serve assim de corta-vento. E lá estão os ovos, no meio do chão, porque os paus estão ali... só porque sim... possivelmente, numa profundeza do cérebro do bicho, está a informação "must get wood"... mas o que fazer com isso, já deve ter sido objecto de alguma mutação... 




paus de café, plásticos... Que desmazelo!!!

É lamentável... faz-me gostar ainda menos de pombos.

Estou para ver quando os filhotes nascerem, a piadeira que não vai ser para aqui... :S 
O período de incubação é 18 dias e as crias passam cerca de 1 mês no ninho... já deve estar para breve... depois conto se houve por aqui um "pombicídio"! 

Tuesday, June 29, 2010

eu irrito-me

Como é do conhecimento geral, eu gosto muito de cantar, tenho a mania que o sei fazer e não me coíbo de partilhar este "dom" com os desgraçados à minha volta. Às vezes é giro, mas o que é demais cheira mal e até eu me começo a enjoar de mim mesma! Pois a tipa não se cala... não pode ouvir palavra nenhuma, pimbas, salta logo com uma musiquinha que inclui a dita... e mais outra, e mais outra... STFU!!! Que irritante!

Aqui estão alguns exemplos de palavras que despertam a minha veia "artística":
   1. Abelha.
Resposta musical da Tânia: "Zzz Zzz Zzz Zzzz Sou uma abelha, à procura do mel, pousa aqui e pousa ali, nessa tua doce pele" (de um artista da música ligeira portuguesa, julgo que seja do Clemente)

  2. Alguém vai casar/qualquer frase que contenha as palavras "casamento" e/ou "igreja".
Resposta musical da Tânia: "a igreija estava toda iluminada, e ela estava já casada a mulher que tanto amei" do Trio Odemira. 

  3. Pássaros.
Resposta musical da Tânia: "Pássaros do sul, bando de asas soltas, trazem melodias para cagar as moças, em noites de romaria" (Pássaros do Sul da Mafalda Veiga, mas versão Herman José).

  4. Óculos de sol.
Resposta musical da Tânia: "uuuuuhhh uuuuuhhh P'ra chorar, uuuuhhh uuuuhhhhh, sem ninguém ver"...etc. (esta costumo cantar a música toda porque é verdadeiramente gira!)- Natércia Barreto.

  5. Vacas.
Resposta musical da Tânia: "Tenho orgulho, orgulho, em ser uma vaca (orgulho orgulho orgulho orgulho), Tenho orgulho, orgulho, em ser uma vaca (vaca vaca vaca vaca)" - um soquete da Rua de Sésamo (minuto 1:00) :D

   6. Fonte.
Resposta musical da Tânia: "E a fonte secou. E àquela hora, por ela marcada, de noite ou de dia, o Xico da Nora, na encruzilhada, esperava a Maria, e Oh santo deus, escureceram-se os céus, finou-se a beldade... e diz-se no monte, que a velhinha fonte, secou... de saudade." Referência obscura de um fado qualquer, cantado por um menino qualquer, sobre uma lenda de uma fonte qualquer... não sei nada, só mesmo este bocado da música.

   7. Sim, eu sei.
Resposta musical da Tânia: "Que tudo são recordações, sim eu sei, é triste viver de emoções, mas tu foste, a mais bela história de amor, que um dia me aconteceu, e recordar é viver... só tu e eu" do Vitor Espadinha.
Essa mesma música também me inspira quando oiço falar em Setembro (ou Outubro ou Dezembro...) 
Resposta musical da Tânia: "Foi em Setembro que te conheci... lá lá lá, lá lá lá lá lá lá lá lá, lá lá lá (etc)"

 8. Eu sei, eu sei. 
Resposta musical da Tânia: "És a linda portuguesa com quem eu quero casa-a-ar, já corri mundo e não encontro outra igual com quem eu queira ficar, a mais gostosa, a mais bonita das mulheres que deus pode criar, ai a saudade e a esperança de um dia voltar para te encontrar". Outra pimbalhada, julgo do Marante...

E agora multipliquem isto pelas várias horas do dia, pelas milhentas palavras que se trocam numa conversa... e digam lá se eu não sou chata à brava?!!!!! Ainda por cima, as músicas que me vêm à lembrança são sempre as mais foleiras possíveis!! God damn it!! 

(Nem se questionem sobre o COMO é que eu conheço estas músicas... também não faço ideia... são do tempo que eu era uma esponja e ficaram enterradas num recanto escuro do meu cérebro... só pode!!)

Sunday, June 27, 2010

a day at the park

Comer um lanchinho, apanhar fresquinho, estendida na relva,  a ler um livrinho, numa bela tarde de domingo... é muito bom!!!!!!!!! :D Fomos ao parque da cidade, que estava a abarrotar de gente, famílias inteiras, animais e crianças, quase como acampamento de ciganos, com tendas em pé, lençóis pelo chão, assadores a carvão, geleiras, mesas, cadeiras... you name it, they got it! Acho muito giro o modo como eles aproveitam tão bem os fins-de-semana, em particular, com bom tempo, para se juntarem e usufruirem da companhia uns dos outros, brincando com as crianças, com frisbies, bolas, comendo e bebendo, apanhando banhos de sol. Não se vê nada disto em Portugal. Começando pelo facto de na maioria dos jardins não se poder pisar a relva, o que sempre achei um paradoxo, há aquele pudor estúpido em não fazer nada disso "porque pode parecer mal". Alguma vez um português vai a um porque municipal, de cesta e manta de piquenique em riste, estende a manta, descalça os sapatos, despe a camisola e deita-se ao sol? Quando via tal coisa, fazia um comentário jocoso e apostava a minha vida em como era turista. 
Somos (portugueses) tão cagões que metemos nojo... será que algum dia vamos deixar de o ser? Andamos a perder tanta coisa boa da vida por sermos todos cheios de preconceitos... "parece mal", "o que as pessoas vão pensar"...

FUCK THAT SHIT! WHO CARES??? JUST DO IT!!!! ENJOY LIFE! 

E é óbvio que não estou só a falar de fazer piqueniques em parques, né???! :P

estavam a tocar jazz quando chegámos








Para a semana há mais!! :D :D :D :D :D :D :D

já ganhei uma prenda de anos!!

YEY!!!!! Obrigado, titia!! :D

Directamente de Portugal para Bruxelas, a minha tia veio visitar as emigrantes da família. Foi desbundar Bruxelas na sexta e ontem fomos usufruir da cidade do deboche. Encontrámo-nos no comboio aqui em Roterdão e lá fomos. Conforme o previsto, o tempo esteve glorioso, acrescentando um brilho magnífico a Amsterdão. Porra, gosto mesmo daquela terra!! Quero mesmo ir para lá morar um dia destes!! 
Demos um belo passeio de barco pelos canais, parámos junto ao Rijksmuseum, comemos um gelado no jardim, passeámos pelas ruas do down-town, disfrutámos de uma esplanada junto a um dos canais, muita gente por todo o lado, desta vez já sem os montes de lixo no passeio. 
Não tenho fotos para mostrar porque não levei máquina, mas elas tiraram BUÉSSSSSSSS de fotografias... fico à espera. 
No entanto, na gift-shop do Rijksmuseum, estava uma mala com uma papoila, flor que o Van Gogh gostava muito pintar.




Que a minha tia me comprou como prenda de anos.

:D 

Friday, June 25, 2010

terra de génios


Desculpa, mãezinha, mas pode saltar uma geração!! ahahahah 

vesti...

...finalmente, roupa de verão como deve de ser!! A minha mãe lá me trouxe a roupagem mais leve e ontem esteve um calor infernal (é relativo, não se esqueçam!). Eu fui andar de bicicleta de chinelos, saia e t-shirt, SEM CASACO!! Posso dizer que a maioria do tempo não tive frio... :P 
Este fim-de-semana vou a Amsterdão com a titia que vem cá de visita e parece que podemos todos aproveitar o lovely weather num barquinho a percorrer os canais!! Tá-se bem....... 

Amsterdam

Thursday, June 24, 2010

tou quase a fazer anos!!

Gosto muito de fazer anos!!! Acho sempre que é um dia especial. Para mim é sempre, mas para o resto do mundo, é um dia igual aos outros... o que me irrita, e acabo sempre por ficar um bocadinho deprimida por esse motivo. É uma estupidez, mas é assim, faz parte, há 32 anos que passo por isto... :P
Este ano vão ter uma desculpa muito plausível para não me darem prendas. Ah, e tal, estás longe, levas só uma sms e pronto (e no caso de ter sorte!! :P). Mas se não se quiserem maçar muito a pensar no que me poderão dar só para não me ouvirem ;), aqui vai uma sugestão: t-shirts! T-shirts com dizeres fixes são muito giras e cada vez tenho mais pena de não ter mais! Com frases e imagens emblemáticas do cinema e da TV, desde clichés como "the horror... the horror" do Apocalypse now, até ao "Eat my shorts" do Bart. É só escolher! 
Aqui vão uns exemplos, dos inúmeros que andam por aí, the t-shirts nerds, que mi piache anche che :D


(mijei-me a rir!)


Thundercats GOOOOOOOOO!


E claro, que não podia faltar, um bocadinho de humor, daquele que é só para quem pode... :P 






Já vai dando para cobrir uns quantos aniversários! :D


*******
ADENDA!!!! EXTRA, EXTRA.
Encontrei esta muito nerdy, como eu gosto!!! Podem pôr no #1 da lista, sff.


Wednesday, June 23, 2010

a different kind of thinking




Nos nossos (leia-se "portugueses") mui interessantes (cof cof) talk-shows, tipo "grande entrevista" ou "Câmara clara", ou qualquer programa com convidados que tenham de botar faladura por algum motivo, presenteiam o comunicador com um copinho de água, para ir  molhando os lábios, para não criar crostas nos cantos da boca porque é nojento e os telespectadores mudariam logo de canal.  

Aqui também há muito programa de conversa, que eu não vejo porque é frustrante, mas reparei que os convidados não têm um copinho de líquido transparente à frente, ah pois não... Ora são presenteados com um copito de vinho e até canecas de cerveja! Francamente, acho muito boa ideia... porque o programa, de certeza, com o passar do tempo, fica cada vez melhor!! As pessoas vão se desinibindo e aposto que no fim, algo giro e/ou embaraçoso vai acabar por sair! Esta gente sabe como agarrar as audiências!

Tuesday, June 22, 2010

100

Já disse 100 bacoradas.... xiiii... e ainda tenho tantas outras para dizer!! Mas para não estragar este número tão bonitinho, vou estar calada! Lembram-se da 100ª lição onde se fazia uma festa, levava-se tortas Dan Cake e não tínhamos aula?! Era muita bom!! É como este post! :P

fui a bruxelas matar saudades de lisboa...

... that was a stupid thing to say.... mas é verdade. A comunidade  portuguesa é tanta ou tão pouca, que lá encontra-se de tudo para nos fazer sentir em casa.


Estão a ver? Fui a uma pastelaria, a boulangerie Garcia, que tinham bica e pastéis de nata (e outros bolos populares como o bolo de arroz e a bola de berlim). Tenho que dizer que o cafézinho estava um bocado assim a modos que queimado, mas o pastel estava muito bom! :D  
Passeei por um jardim oriental...



Passei ao pé do sede do parlamento europeu...



Vislumbrei a sempre magnífica Grand Place...




E ao pé da esquina do menino a fazer xixi está uma casinha de gouffres, supostamente os melhores, e aqui a je não podia dizer que não a um gouffre com chocolate noir belga... Pá, os belgas podem ser a nação mais sensaborona e desinteressante do mundo (quiçá da europa), mas lá que sabem fazer BOM chocolate, ai pois sabem!!!


a montra...

é chocolate e mai nada!

Para terminar o fim-de-semana revivalista, fomos almoçar ao restaurante Coimbra, onde se comeu bacalhau à casa (tipo bacalhau com natas), acompanhado com vinho tinto alentejano e para sobremessa, leite creme. Terminou-se a refeição com um café, como manda o figurino! :D


Senti por uns instantes que tinha uma perna enfiada num portal tipo Stargate... foi confuso... mas depois deu-me a impressão que vi o James Spader lá ao fundo e decidi voltar, porque ele agora já está velho e não tem piada nenhuma... 

Monday, June 21, 2010

dutch 201

Pois foi a vez de ir experimentar as aulas da noite  (uma vez que esta semana estou a trabalhar de dia). Foi numa escola a sério, o professor parece ser um professor a sério, daqueles que fazem mímica-macacada-trinta por uma linha para fazer passar a mensagem. As aulas mais uma vez são compostas por gente que sá sabe falar a língua, turcos, romenos, cabo-verdianos, um espanhol, uma tailandesa e eu. Foi melhor. Aprendi alguma coisa sobre gramática, a estrutura da frase e palavras novas. 

Observações negativas: 
1) Têm uma cruz com um tipo pregado, de um tamanho considerável, na parede da sala de aula. 
2) Em contrapartida, tinham um extra-large poster do Harry Potter na parede da sala.
3) Não havia apagador. O professor apagava o quadro com papel higiénico. Ahahahah 

Observações positivas:
1) Ganhei uma mala.
2) Ganhei um livro.
3) Tenho esperança! 

Wednesday, June 16, 2010

dutch 101

As primeiras 2 aulas já foram.... meh. Também não espero aprender tudo de uma vez, numa só aula... Vou dar tempo ao tempo. Lembro-me que nas primeiras aulas de alemão que tive com uma professora que só falava alemão, também me senti um bocado perdida e a coisa foi ao sítio, aprendi tudo muito bem e gostei! Vamos ver se isto vai pelo mesmo caminho... mas duvido!
A minha turma é muito heterogénea, 5 cabo-verdianas, 2 turcas, um paquitastanês, uma senhora tailandesa que se chama Pom-Pom AHAHAH, 2 romenas e eu. Todos em diferentes níveis de holandês, de diferentes escolaridades, com capacidades de aprendizagem diferentes. Por isso, não consigo compreender PORQUE RAIO É QUE SE FAZ A MERDA DO EXAME E NOS FAZEM TANTAS PERGUNTAS SOBRE O NOSSO NÍVEL DE EDUCAÇÃO se me vão meter numa aula com uma senhora de 60 anos que mal sabe escrever em português quanto mais holandês! 
A professora, coitadinha, uma fraca figura, nem sequer tem uma dicção como deve de ser, está a ver coisa mal parada... Ou ela se mexe para redistribuir as pessoas por outras aulas, ou aquilo não vai acabar bem, para ambas as partes, pois pessoas desmotivadas não fazem bom ambiente na aula e ela não vai ter capacidade de se impôr e levar a sua avante... 
Não é que me importe de ajudar as pessoas, mas é uma perda de tempo para elas e para mim, e ninguém aprende nada. Ontem estive a ajudar 2 delas: temos uns livros com textos e perguntas que não podemos trazer para casa -respondemos nos nossos cadernos- e a professora mandou fazer uns exercícios sobre o mapa da Holanda e tínhamos de dizer em que província é que pertencia tal cidade. Simples, só olhar para o mapa. Pois as mulheres estavam a fazer cópias do livro para o caderno (porque não o podiam levar para casa!) e não faziam o que era suposto... :S E mesmo depois de eu explicar o que era para fazer, elas não conseguiram perceber o mapa (norte e sul era uma dificuldade!!!!) e cagaram para mim e continuaram as suas cópias. 

Sou só eu ou isto não vai nos carris certos?? Eu vou esforçar-me, enquanto lá estou aproveito ao máximo, uso o dicionário/tradutor, ponho o dedo nao ar quando não percebo e tuditudo, mas numa turma assim, há sempre quem não vai aprender nada e quem se vai aborrecer por a coisa não avançar (e não, não estou a falar de mim, eu ainda estou muito verde para me aborrecer). 
Na próxima semana, como mudo de turno, tenho de ir a outra escola... Vou ver como esta é... se for igual...tou feita!




Tuesday, June 15, 2010

já agora... a aurora

Ainda não foi o solstício de verão, ou seja, os dias ainda não pararam de aumentar... e só perto das 11 p.m. é que fica de noite-noite escura. Isto roça o sol da meia-noite. Quando tenho de me deitar cedo, ainda é MUITO de dia!!! WTF?! Me no likey :( 
Estou mais a norte, é um facto, mas é ridículo... e se é assim, ao menos que veja a aurora boreal, sff! :P



Sunday, June 13, 2010

esfregar o focinho na merda



É o que os muçulmanos estão a fazer aos americanos ao planearem construir uma mesquita a dois quarteirões de distância do "ground zero" (9/11 e tal, estão a topar?). É coincidência? É falta de gosto? É gozar com a cara das pessoas? Nããããão.

Nem vai ser uma coisinha discreta: vai ser uma Mega-mesquita, de 13 andares, com o nome de "Cordoba House". E até este nome tem requintes de malvadez, uma vez que foi em Córdoba que os muçulmanos construíram a sua primeira grande mesquita, como símbolo da conquista de Espanha. Esta nova mesquita irá servir o mesmo propósito... e planeiam que a inauguração seja efectuada no 10º aniversário do 11 de Setembro. Querem mais afronta que isto?? Se é para esfregar na cara, é como deve de ser! Religião de paz???? Querem que as pessoas respeitem as vossas convicções?! Vão pentear macacos! Quem quer respeito tem que se dar ao respeito!! Depois admiram-se... Aposto que se fosse ao contrário, já havia cabeças a prémios, ameaças de morte e trinta por uma linha.

Por falar neste tema, esta semana houve eleições na Holanda e o partido do Sr. Geert Wilders ficou em 3º lugar... É um partido de extrema direita e possivelmente irá fazer algum tipo de coligação com o partido eleito, os conservadores-liberais (whatever that's suppose to mean). Independemente de haver muita polémica à volta deste senhor, a verdade é que a malta está a começar a cansar-se de ser bullyed around pelas comunidades religiosas. A nossa liberdade termina quando começa a liberdade dos outros... Até onde vai a nossa tolerância?

Não odeio muçulmanos nem católicos, odeio as religiões que tornam  as pessoas cegas, desumanas, cruéis, egoístas e ignorantes. Odeio como essas instituições, escondendo-se por trás da religião, conseguem comprar políticos (porque estes também são muito baratinhos, abençoados) e por em prática a sua agenda pessoal, manipulando, ameaçando e aterrorizando tudo e toda a gente. 

Como dizia o mestre George Carlin: Keep thy religion to thy self!! 

dutch classes

Na próxima semana vou começar as tão aguardadas "aulas de holandês". Se bem se lembram (ou não), eu inscrevi-me no final de Março e iniciei as minhas incursões numas "pré-aulas" a meio da Abril. Teria de comparecer a 6 destas coisas pré-aulas, uma vez por semana, 2 horas, no final faria um exame e com o resultado eles lá saberiam em que aulas me deveriam colocar. Tudo muito cheio de lógica, sim senhor, como é apanágio deste povo organizado. No entanto, as 6 coisas aulas foram uma grande perda de tempo, pois toda a gente que lá se encontrava já sabia falar a língua, queriam talvez, não sei, aprender a escrever melhor, e como tal, as aulas eram todas exclusivamente em Holandês. Ora muito obrigada! Eu lá estrebuchei, quando não percebia não tinha problema nenhum em pôr o dedo no ar e pedir para repetir em inglês, mas de um modo geral, eram "aulas" de fait-divers, de amena cavaqueira entre os alunos e o professor que, diga-se de passagem, era uma perfeita besta. Não querendo ser má, mas ele levou um baile de gramática de um emigra e outra vez, deixou uns papéis na mesa e não apareceu durante uma hora e meia...se apareceu depois, não sei, porque achei um abuso e vim-me embora! Só lá fui 4 vezes (4 vezes demais, if you ask me) e as outras fiz um choradinho ah e tal não posso vir, tenho turnos e lá me deixaram assinar sem ter de facto de lá ir! SUCKERS!! :P Entretanto, chamaram-me para fazer o exame. Puseram-me a ler, a ouvir conversas e questionaram sobre o que tinha escutado, fizeram-me perguntas diversas sobre a Holanda e regras sociais, e um teste de lógica. Com isto, deve ter saído o meu "ZERO" que me garantiu um lugar na pré-primária daqui! :P 

Recebi a carta a semana passada com a informação que as malfadadas aulas  A SÉRIO, daquelas onde se aprende os números, o abecedário, as regras de gramática, as coisas básicas para se aprender uma língua, vão começar esta semana: 2 vezes/semana, 4 horas de cada vez. Pimbas. É a doer! E ainda bem! Já estou farta de me sentir estúpida! Já estou quase a fazer 6 meses que cheguei... só sei palavras soltas, frases feitas, mas isso não me chega! Quero saber TUDO! :D E depois, meus ricos leitores, vou ter de praticar... MUAHAHAHA!


PS. Sabem quanto é a câmara vai pagar à escola de línguas pelo meu curso? Está num contracto que assinei: cerca de 5000€.... É bué! Sinto uma grande responsabilidade... não posso desiludir este povo que investiu este guito todo em mim... 

Thursday, June 10, 2010

tempos modernos

Estive sem internet desde sexta-feira passada.... Consegui passar bem o fim-de-semana porque até tinha outras coisas para fazer... Mas os dias passaram e continuei sem acesso ao mail, ao facebook, os meus peixes a passarem fome, o comer a estragar-se no Café, sem saber das novidades dos meus amigos, sem ler as notícias do mundo, sem ver os feeds do XKCD e das outras milhentas parvoíces que sigo, sem fazer um post sem interesse nenhum no meu blogue, sem sacar os episódios da semana das séries que ando a seguir, sem conseguir falar com a minha mãe que está de férias em Portugal (porque nem sequer tinha telefone), sem conseguir traduzir as cartas, sem saber onde são as moradas... 

O que raio é que eu fazia quando não havia internet?! 
E estarei assim tão dependente? É que parecia que me faltava um braço! (ok, vá, um dedo do pé! :P) 

Até à próxima avaria, estou de volta, mundo! Yey! 

Thursday, June 3, 2010

beans, beans, the musical fruit...

Mais uma grande descoberta científica, daquelas que eu deu graças ao senhor por haver dinheiro para financiar este tipo de estudos! 

Ora o título do artigo é: Investigation of normal flatus production in healthy volunteers
Já estão a topar onde é que isto vai... :P 

O que eu gostei mais é o "como" são recolhidos os dados: Twenty four hour collections were made using a rectal catheter [...] 

Os desgraçados das cobaias tiverem de comer com uma cena enfiada pelo rêgo a dentro! PRICELESS!

Lendo o abstract do artigo chega-se à conclusão que os homens e as mulheres têm níveis de flatulência semelhante, que aumenta depois das refeições e que quando não se come feijões(fibra), os níveis de expulsão de gás diminuem... 
Well.... DUH!


PS. O que será o "unidentified gas"??? O que poderá sair de dentro de nós que é tão misterioso?? hhmmmm.... I'm intrigued... Voto em alguma coisa com enxofre!!! :P 
(para quem não sabe, os sulfitos são responsáveis pelos cheiros nauseabundos a couves e ovos podres que se pode sentir, por exemplo, de uma fábrica de papel). 

Wednesday, June 2, 2010

baki, baki (bakje, bakje)

É o que eu oiço de 2 em 2 horas (+/-), que traduzindo é "copinho de plástico, copinho de plástico", que é como quem diz "café, café", ou seja, pausa. Pára tudo! HAMMERTIME! E vai tudo para a sala do "cumbíbio" (não vai tudo ao mesmo tempo, claro está...). 
Tira-se café ou capuchinho DE BORLA da máquina, come-se o lanchinho que se leva, conversa-se um bocadinho, respira-se fundo e bora lá outra vez, mais umas 2 horitas de trabalho, que passam num instante! Não é fixe?!!! Não achavam que era uma boa ideia as empresas portuguesas fazerem o mesmo? Em vez de 1-2h de almoço em que não se faz nada (porque afinal comemos em 20 min e o resto do tempo é passado no café a engonhar), se se tentasse implementar esta política em Portugal, acham que resultaria? O mais provável é que não... porque os trabalhadores iam fazer as pausas... e possivelmente continuavam com a sua 1-2h de almoço, pois hábitos são difíceis de perder... :P
E o que esta gente come? Não há cá almoços de prato, nem nunca vi aquele micro-ondas a funcionar... cerca de 99% das pessoas come sandes, bebem pacotes de leite e refrigerantes, bolachas ou então, a versão VIP, que é pegar no carro e ir ao MacDonalds que há ali perto. Agora com os turnos da tarde, descobri que, para o jantar, de vez em quando fazem uma vaquinha e mandam entregar Pita shoarma, chinês, pizza... e eu para me inserir no grupo, lá vou dizer que sim... bolas, não gosto nada... :P 
Volta não volta, aparecem para lá uns bolos em cima da mesa... toda a gente come... mas é de quem? É para festejar o quê?  Ninguém sabe... :S Gente doida! Quando/Se eu levar algum bolo, quero que saibam que fui eu e porque raio é que o estou a fazer!!! Não acham?? Andam a morfar o meu bolo e não sabem que me têm de me dar os parabéns por qualquer motivo!?  Era o que mais faltava!!!! :P 
Já vi uma tipa comer couve-flor crua... BELHEQUE! E um tipo a sacar de meio pneu de queijo (era um granda chunk de queijo, sim senhora!), e utilizando um utensílio tipo descascador, foi tirando lascas ao queijo e fez ali a sua sandocha, deixando a sala toda empestada!
"Eet smakelijk" [eite semáquelique], que é como quem diz "bom apetite".

Tuesday, June 1, 2010

células estaminais

Ora aqui está um assunto que faz correr tinta de jornais. A ideologia por trás disto é simplesmente genial, mas como são humanos que estão a manipular a técnica, há sempre o perigo de a coisa correr mal e de ser utilizada para algo que não devia, algo maquiavélico, como CONQUER THE WORLD (que é sempre o desejo de qualquer vilão, embora nunca tenha percebido porque raio é que se há de querer uma coisa dessas, que dá imensas dores de cabeça). 
Volta não volta, aparecem notícias de novas descobertas, muita investigação está a ser feita nesta área e agradeço, porque acho no fundo que é the place to go... It's fucking impressive!! 
Gostava de chegar a ver isso acontecer ainda no meu tempo de vida. 
Não é que perceba muito disso nem ando a seguir este tema com nenhuma atenção em particular, mas quando há uns breaktroughs sobre esta temática, dá-me sempre um quentinho cá dentro. Parece que um dos problemas para se usar as células estaminais é o facto de só se conseguir fazê-las crescer na presença de proteínas animais ou mesmo outras células humanas, o que as contamina. Uns tipos na Suiça, do Instituto Karolinska (eheheh), descobriram uma maneira de produzir células estaminais apenas através do uso de químicos, sem contaminação, conseguindo-se produzir uma boa quantidade de células prêt-a-porter! Também já está provado que se consegue reprogramar as células para elas voltarem à sua origem estaminal, também quimicamente, e sem necessidade de serem de facto células de embriões, para evitar a "chacina" de fetos por razões científicas (julgo que é um dos pontos que aflige os americanos que se opõem a este tipo de investigação- Ignorantes!).
Moral da história: A QUÍMICA É FIXE E VAI SALVAR A VOSSA VIDA! 
Não, não estou nada a ser facciosa... :P

E para vossa diversão, é tão ridículo que é cómico: 





Este último então é de uma candura tal, que dá vontade de vomitar... please....