Sunday, April 11, 2010

weekend

Já desde Dezembro que não tenho um fim-de-semana com sabor a fim-de-semana. Sabia tudo a baunilha, desinteressante... Este soube a chocolate (claro!), negro, belga, com pepitas!
Ontem fui arranjar um dos travões da minha bicicleta pois o cabo soltou-se e fiquei sem o travão da frente, que até faz falta. Depois de uma voltinha, era tempo de ir comprar víveres e fui ao mercado. Estava pavoroso, cheio de gente, quase que não se conseguia andar. Queria comprar mexilhões, para fazer como os belgas, mas tive azar que hoje a banca dessas coisas não estava. Aproveitou-se para comprar uma corrente, uma nova campainha, um kit de remendos e uma bomba em miniatura, tudo para a senhora bicicleta! Mesmo agora chegou e já se está a armar em importante e a monopolizar o f-d-s a uma pessoa! Ai, ai...é bom que se porte à altura do investimento!!
Entretanto, fez-se hora de almoço e a fome apareceu... Eu, com fome, no mercado, sem me conseguir mexer... Ui... já me estava a passar!!! Tive que ir comprar qualquer coisa para comer. E já que ali estava, decidi "go local". Andei a ver o que se podia comer... tudo frito! Filetes de peixe inteiros, aos bocados, calamares, choco, camarões, e outros que não percebi o que eram. Acabei por comprar uma coisa tipo crepe chinês (frito também, claro), onde a fila era maior, logo seria o menos mau, em princípio. O interior do crepe tinha muitos rebentos de soja, legumes, com um ligeiro sabor a caril. Não era mau, não senhor. 
A minha curiosidade atiçou-se quando, ao passar pelas bancas do peixe, uma velhota saiu de lá com uma sandes de peixe e cebola. Entretanto, mais gente passou por mim a comer a mesma coisa, ou num mini-tabluleiro, sem o pão, só o peixe (arenque) e a cebola. :S Ora vamos lá então! Perdida por cem, perdida por mil! Abre a boca e fecha os olhos! Era um sandes de peixe, se faz favor: o peixeiro arranjou ali, on the spot, o arenquezinho, tirou as espinhas (a maioria), a pele e pimbas, pão com ele. Devo de confessar que até não foi tão mau quanto eu esperava. O peixe quase que não sabe a nada, é muito oleoso e quase que se desfaz. Sabe a cebola com pão! 
Na wikipédia diz que esta maneira de comer peixe utiliza um processo de preservação que vem desde a idade média. O peixe é marinado numa salmoura e deixado em barris de carvalho, conservando-o e "cozinhando"-o e assim tinham uma fonte de gordura animal (o omega 3). Nada mal! Pronto, tem aquele aspecto, nada apetitoso, mas serve um muito bom propósito. Está desculpado! (a foto não é da minha sandes em particular, mas está muito perto).
De volta para casa, estava na altura da sobremesa! E eis que aparece no horizonte uma barraquinha de Stroopwafel. Os belgas têm os gouffres, os holandeses têm a stroopwafel
A massa é a mesma, cozinhada em algo semelhante às placas dos gouffres, mas ao quadradinhos mais pequenos e fica bem mais fino. Ensandwichada entre 2 bolachas, está uma camadinha de algo tipo caramelo, com canela! É muito doce?!?! Alguma vez?! :P É mas é muito bom! Já tinha comido dos pacotes que se vende no supermercado, mas estas grandes, quentinhas... bem melhor! (Para a próxima tiro uma foto de mim a comer uma!)
Para acabar as compras, fui ao supermercado e ainda acabei por comprar, para experimentar, cavala fumada, outra delicatessen cá da zona (um pacote pequeno, não vá o diabo tecê-las) e uma caixinha de salada de batata, que eles comem muito. O primeiro é muito semelhante ao salmão fumado que costumo comer, mas ainda menos interessante, e a saladinha de batata... bem boa!!! :D Hoje não me dói a barriga, não tenho cólicas, não tenho nada! Para a semana, há mais! 

Roterdão está farto de aparecer na TV hoje, porque esteve a decorrer de manhã a Maratona cá da terra, tal e qual como a de Lisboa, atravessam a ponte e tudo :) Acontece que começou e acabou aqui à porta de casa pelo que desde as 9 da manhã que há música a bombar e gente por todo o lado. Fui um bocadinho à varanda espreitar os maratonistas, mas estava um frio do caraças...

Estive a estudar 4 métodos de análise que vou ter de executar esta semana (sobre supervisão).  Agora vai começar a ser a sério... This ain't Kansas anymore, Dorothy! 
Boa semana de trabalho, gente!


No comments: