Wednesday, December 15, 2010

já falo português outro vez...

Para quem ainda não sabe, já cá estou no Tugal, a desfrutar da nossa gastronomia e do maravilhoso clima!! Está um sol radioso e umas temperaturas espectaculares (para Dezembro, porque ainda não estou dormente nem emigrada assim há tanto tempo para ter esquecido do que ainda é bom :P)


Não tenho net em casa pelo que actualizações deste blogue não vão ocorrer muito frequentemente. Sintonizem daqui a 2 semanas!! 
Feliz Natal everybody!

Monday, December 6, 2010

Ele chegou!!!

Qual D. Sebastião numa manhã de nevoeiro, o Sinterklaas apareceu em Spijkenisse, distribuindo alegria, doces e presentes a todas as crianças (que se portaram bem)!
Então eu, saí disparada da minha cadeira e, esbofeteando e pontapeando as fuças dos putos, agarrei-me ao Pai Natal e tirei uma foto!
Sinterklaas met mij
O parvo do Piet queria aparecer na foto mas bem se lixou! :P

Com o meu espírito natalício à flor da minha pele, sensível e de marfim, agradeci ao pai natal, em holandês, e continuei a jantar. 

Nota da autora: o cenário deste conto de natal Dickensiano é um restaurante chinês. :P


ao segundo sinal, faltam 5 dias....piii....PIIIIIIIIIIIIII

Foi rápido.... mas esta semana vai custar muito a passar!! Ainda só fiz a lista das pessoas a quem quero levar qualquer coisa daqui, pelo que vai ser uma semana de stress (compras sob-pressão não é a minha cena). Peço de antemão desculpa por alguns presentes errados que vão acontecer :P
Este sábado era para ir fazer essa árdua tarefa, mas nevou tanto, o vento espalhando os flocos por todo o lado, frio frio frio de morrer... nããããã, vou mas é estar quietinha em casa para não me constipar pois não quero estar doente nas minhas férias no Tugal, olha que porra!!
Eis o que se via da minha janela:



Hoje a temperatura aumentou e a neve, linda, maravilhosa,  começou a derreter e a transformar-se numa papa castanha, nojenta, nem gelo nem água, antes pelo contrário.
Pode ser uma metáfora para muita coisa nesta vida. Pode até ser uma boa ofensa!! "Tu és como a neve... em temperaturas positivas" TUFA! Eheheheh

Até para a semana, people!!!!!!!!!! 


Sunday, December 5, 2010

há um ano atrás, por esta altura...

... estava stressada a ultimar a preparação da apresentação da tese de mestrado.
... estava no meio de burocracia a reunir os documentos para a entrevista da minha vida.
... estava excitada por ir viajar sozinha de avião na minha viagem de "negócios".
... estava nervosa com a aproximação da data da "emigração".
... estava irritada por me estar tudo a acontecer ao mesmo tempo.


Dia 12 de Dezembro 2009 debulhei-me em lágrimas! Mas depois passou! :D

Thursday, November 25, 2010

peek-a-Poo

Ora aqui vai mais uma pérola sobre a Holanda e os seus costumes.
Hoje o tema é: casas-de-banho, mais precisamente, sanitas. 
Passeando por Amsterdão (em Roterdão não tanto) é impossível não reparar na quantidade de urinóis espalhados pela cidade. Uns mais modernos, de plástico, outros mais "rocócó", mas ambos a deixarem emanar um belo cheiro a urina, que penetra pelas narinas a dentro, sem pedir licença e faz doer num local recôndido do cérebro.


Para as senhoras, geralmente temos de pagar 50 cêntimos para irmos verter águas... Mas não estou a ver uns urinóis femininos, no meio da rua, a fazer sucesso entre as utilizadoras... É preferível assim...

Chegando a casa, a coisa muda de figura. Para além de eles gostarem de ter a sanita e o chuveiro/banheira em divisões separadas (a isso já me habituei e até não acho mau de todo), a própria sanita, em si, é diferente da do resto do mundo. Nunca tinha reparado nisso porque na minha outra casa tinha uma sanita "universal". Daquelas que faz "FLOP" ou temos de encher de papel previamente. Tipo isto:


Aqui a malta é gente engenhosa e não estão para aturar estas merdas (ahahahah). 
Sairam-se então com a "Dutch toilet", que não tem o buraco do esgoto na direcção perpendicular do utilizador, mas sim uma prateleira! O utilizador está sentado, jogando a sua Nintendo DS, faz o que tem a fazer e depois é presenteado com o seu próprio "presente" que pode analisar profundamente, tanto quanto à textura, coloração e processo digestivo, uma vez que ele ali está, em display, na prateleira, aguardando o autoclismo... 


Estão a conseguir visualizar a coisa? Pretty crappy, hein? :P

Este povo é ou não é "especial"? ADORO-OS! :D

Saturday, November 20, 2010

batatas fritas

Eu já sabia que esta gente gosta muito de coisas fritas, batatas, peixe, crepes, queijo, croquetes, "oliebollen" (entalado entre a fartura e o sonho)... e sei lá mais o quê... 
Fui à zona comercial da minha nova terra, num sábado de manhã, com mercado, a chegada do Sinterklaas às crianças da zona, sol radiante e temperatura amena-ish. Muita gente na rua, a criançada vestida de Zwarte Piet, o parque de estacionamento da bicicletas a abarrotar! :D
É hora de almoço. Famílias inteiras na rua. Qual o petisco de eleição? BATATAS FRITAS! Amontoados de gente reunem-se junto à barraca das batatas, alimentando as suas crianças ainda nos carrinhos com as ditas, as crianças maiorzinhas com o seu próprio pacote alambuzando-se nos molhos castanhos, vermelhos, brancos... Que impressão!!! 
Era só para partilhar que acho esta cultura dos fritos ainda um bocado estranha... andam sempre a mastigar estas coisas, por todo o lado, a toda a hora... é perturbante! 

Thursday, November 18, 2010

Tindersticks

O concert foi bom mas fez doer as pernas
Texto de Tânia Feliciano, enviada especial do taniaderoterdao.blogsopt.com


Após um percurso de 40 minutos de comboio e de uns quantos de autocarro, chegámos ao Tivoli, no coração de Utrech. Uma sala de espectáculos que passa despercebida, numa rua calma, sem carros, em frente a um canal ladeado de árvores (que é o cenário normal das ruas desta terra).
Estão a ver o Santiago Alquimista? Agora dupliquem o tamanho, coloquem um palco como deve de ser e eis o Tivoli de Utrech. Ficámos "confortavelmente" instalados no varandim do 1º piso, com perfeita visibilidade. Para aquecer o público, foram desenterrar em Austin, Texas, USA, os Balmorhea (nome muito infeliz, muito próximo de maravilhosas palavras como gonorrea ou diarreia). Um sonzinho agradável, um grande esforço musical, talvez um bocado demais para as suas próprias limitações. 
Passados uns 15 minutos, lá apareceram os senhores que fomos ver! Tocaram muito bem, como é seu apanágio e o Stuart estava no seu melhor, vibrando, emocionando, encantando! Kudos to you, Stuart darling! 

Fiquei 3 horas de pé e não cantaram o "she's gone" nem a "tiny tears" que são as minhas favoritas... :s Não se pode ter tudo... 
Para a próxima levo uma cadeira.

Thooooorrrr

Uma amiga vai fazer 33 anos também. E tal como os desejos de feliz aniversário que recebi no dia 1 de Setembro (mensagem subliminar, para se lembrarem para ano eheheh), também eu tive uma tendência natural para fazer o paralelismo entre este número e a idade do jesus quando foi crucificado... É "natural" porque nos fizeram grandes lavagens cerebrais enquanto crianças e tivémos que levar com estes mitos ano após ano, por todo o lado (família, escola, tv)- não havia escapatória. 
E como não me agradou nada este sentimento, lembrei-me que tenho para aqui uma imagem guardada há algum tempo, esperando a melhor altura para ser exposta. E eis que chegámos ao momento:


Hurra para os deuses nórdicos!!!

Sunday, November 14, 2010

a minha menina tem um programa de TV!

Estou tão orgulhosa dela!! Eu sempre disse que ela tinha potencial para ter um reality show só dela!! E aconteceu!!! A Sarah Palin tem um programa de TV, Sarah Palin's Alaska. Estreia hoje!

A sinopse promete: 
Sarah Palin's Alaska is a new documentary series that takes viewers into the country's 'final frontier' through the eyes of one of its most famous citizens - Sarah Palin.

Estou tão excitada!!! Só pode ser bom!!! :D

vou abanar o capacete!

Hoje, daqui a bocado, vou a Utrech, ao Tivoli, ver um concerto dos Tindersticks! Vi-os, na Aula Magna, em Fevereiro de 2009. Parece que foi ontem. Foi um concerto que guardo no coração, emocionante, memorável!


Apelo: Stuart, se me estás a ouvir, faz outra igual!!! :D 

Deixo aqui, para quem não conhece... passem a conhecer! 

Já tresanda a Natal!

Bem, o espírito natalício já invadiu tudo em todo o lado, como usual. Mas aqui, a coisa toma uns contornos um pouco diferentes. Eles festejam o "Sinterklaas", um sósia do Pai Natal numa versão menos Disney, a 5 de Dezembro, numa festança que é dirigida apenas às crianças. 
Este "Santo Nicolau" é o santo padroeiro de Amsterdão, protector das crianças e dos marinheiros (porquê estes dois grupos juntos... não sei... nem quero saber... :P). Conta a "lêndia" que esta pessoa era um bispo que viveu entre 280-342, ali na zona da Turquia. A igreja criou um feriado neste dia e na época medieval tornou-se um costume, neste feriado, ajudar os pobres, pondo moedas nos seus sapatos rotos (daí os "presentes no sapatinho").
Já nos tempos modernos (séc. XIX), um tipo qualquer decidiu ilustrar esta história e "embelezá-la" um pouco com a sua própria criatividade. Criou um Sinterklaas a distribuir presentes pelas chaminés, a cavalgar um cavalo cinzento e a chegar à costa holandesa de barco a vapor, vindo de Espanha!!! Como era muito difícil andar a carregar prendas para esta criançada toda, o Sinterklaas precisava de ajuda. E quem mais lógico que uma personagem de cor de chocolate, chamado "preto Piet", apelando à experiência colonizadora holandesa? Isso de anõezinhos ou duendes ou lá o que é isso, é para meninos!!! É um escravo mesmo! Chocados?? Paciência! 
Eis que chegámos aos dias de hoje! O Sinterklaas, acompanhado pelo seu fiel companheiro, chega à Holanda por esta altura, atraca o seu barco e parte em tour pelas escolas e cidades, deixando-se fotografar com todas as crianças, também tendo a clarividência de saber quem é que se portou bem ou mal. Entre a sua chegada e o dia 5 de Dezembro, as crianças deixam o seu sapatinho ao pé do aquecimento central para serem cheios com docinhos e presentes, acompanhado de uma tigela de água e feno para o cavalo (tão simpáticos!). O santo e a sua entourage vai então distribuindo os presentes pelas chaminés. O preto tem a mania de ir atirando doces ou bolachas por onde passa... por isso, as crianças, de manhã, quando vão buscar os presentes, têm bocados de bolachas no chão, porque ele esteve lá... e comem... do chão! :P (estes holandeses são loucos!)

"Sinterklaas" e dois "Zwarte Piet"
Gostaram? Querem mais? Para o ano!

Wednesday, November 10, 2010

é só love

O sô papa lá anda pelo mundo gastando recursos e agastando pessoas. A sua grand tour passou agora por Espanha para levantar a moral e "benzer" a catedral do Senhor Gaudí. Mas pelo caminho, teve de gramar com os protestos da comunidade LGBT, que até se lixou. 


"A chegada do Papa foi ainda marcada por uma manifestação homossexual. Perto de 200 homens e mulheres beijaram-se à passagem do papamóvel." (Público)

E será que o papa foi acenando de olhos fechados? Vomitou perante tal visão de horror e nojo? Hope so! Porque o papamóvel nem sequer tem janelas!! eheheh E quando ele se peida, também tem que aguentar com o smell! MUAHAHA Dói, não dói?

(peço desculpa pela piada boçal... mas foi associação de ideias)

Sunday, November 7, 2010

esta vida de holandesa está a dar cabo de mim...rápará pará pará pará parári

Depois de andar a carregar tralha a braços (porque houve muita cabeça no ar no planeamento desta mudança), a transição está oficialmente terminada. Já se compraram os essenciais, já nos apercebemos e sabemos lidar com as "imperfeições" existentes, já foram feitas reparações e já se deu a voltinha experimental. This is now, home.

Acontece, que esta nova casa já não está no centro de uma grande cidade, com tudo ali à mão de semear. Embora não muito longe, ainda causa mossa andar a carregar sacos do super a pé até a casa... Daí que, a bicicleta seja, nestes casos, um óptimo meio de transporte! E tendo eu um cestinho e uns alforges muito bonitos na bicla, até quase que dá gozo fazer a minha vida ao selim de uma bicicleta. Vou para o metro, venho do metro, do trabalho para casa e vice-versa... faço tudo de bicicleta. O meu novo apêndice. 


Acontece que aqui a je está completamente out of shape e estes esforços físicos todos estão a fazer dói-dói!!! Ando toda rota!!! Isto de ser holandesa não é pêra doce!! eheheh (lazy bastard! Andava habituada a andar de cuzinho tremido para todo o lado, agora toma!)

Friday, October 29, 2010

a vírgula

Como é uma frase que eu uso muito... achei muita piada!! :P 


pois parar é morrer

Aos 4 anos, a minha família mudou-se para Rua das Papoilas. Era um res-do-chão, de onde roubavam roupa do estendal, onde as vizinhas sacudiam as toalhas depois das refeições deixando a nossa roupa estendida com bocados de comida, onde a vizinha de cima andava de saltos altos o dia todo, em que não se podiam ter as janelas abertas sem ninguém em casa, onde podíamos ficar de conversa à janela com quem passava, onde não nos cansávamos a subir escadas, onda havia uma cozinha enoooorme como nunca mais vi em casa alguma, onde houve uma rádio local pirata cujo transmissor estava em cima da máquina de lavar a roupa, onde havia o estúdio no quarto ao lado do meu, onde foram personalidades ilustres como o Jorge do Umbadá e eu vi-o entrar porque estava ainda acordada pois ia cedo para cama, onde tive um papagaio que se chamava Óscar e uma pêga -a Zuleica Cinderela-, onde houve uns 10 aquários, umas 20 gaiolas de pássaros, onde tinha um papel de parede no meu quarto em que usava com quadro gigante com ajuda dos lápis de cera, onde passei a minha adolescência, com posters do Jim Morrison, do Johhny Depp e do River Phoenix... 
Aos 18 tive de mudar de casa. Fui para um 3º andar da Rua dos Girassóis. Os anos de Faculdade passei-os lá. A minha prima morou connosco durante uns tempos. Foi de lá que me iam buscar e levar para ir para a rambóia! Não me posso queixar. Não parava com o cú em casa! :P Mas também, estava na idade disso. 
Acabou-se a Faculdade. Emprego. Altura de mudar de casa. Aos 25, mudei-me novamente. Desta vez, para um 2º andar, com pinta de me ficar estar por ali algum tempo... 


Em 25 anos, mudei-me 3 vezes. 


Aos 30 devo ter batido com a cabeça em algum sítio... Pois nestes últimos 2 anos e meio morei em 4 casas diferentes, transportando sempre o essencial, deixando de lado o supérfluo. Aprendi a desligar-me das "coisas". São só tralha! São grilhões!


Este fim-de-semana vou fazer a mudança para a 5ª. 
Vou ficar quieta mais um ano e depois logo se vê... E roda o palco!!!!!!!!!!!!

Holandês, para que serves?

Para pedir comida! 

Pois todas as horas de trabalho árduo em redor desta língua "nejenta" culminaram em eu, passados 10 meses, conseguir efectuar um pedido completo, em Holandês, no Burguer King! :P
Tá bem que as senhoras ajudam, perguntam as coisas e eu só tenho de dizer "Ja" ou "Nee", mas percebo tudo o que elas me perguntam! Hein?! Nada mal! 
Faço o pedido do que quero, "Twee menu's Duble whopper", "zonder kaas", "met Spa Rod" (é uma água com a garrafa encarnada), "geen mayonese" e "to go". Esqueço-me sempre que se diz "om te gaan"... mas elas percebem! 

Próxima etapa: fazer frases com mais de 3 palavras! :P

Sunday, October 24, 2010

o milagre da criação

Se eu fosse uma fanática religiosa, estaria em pulgas a celebrar hoje o aniversário da nossa Terra! Segundo a cronologia cristã, a Terra foi criada pelo deus na tarde 23 de Outubro, corria o ano 4004 B.C. Como sabem, para esta gente, a Terra tem 6000 anos, ao invés dos 4.54 biliões de anos que os mentirosos dos geólogos andam para aí a apregoar!! 

Gostava de saber o que é que o deus andou a fazer com o resto do tempo para só ter começado a trabalhar há 6000 anos... E onde é que ele foi buscar a ideia de criar bolinhas no espaço vazio? Porque não quadrados? Sempre se arrumavam melhor. Devia ter arranjado uma mente de um designer do Ikea, era o que era! E porquê tão longe uns dos outros? Não devia ter criado uma comunidade de seres inter-estrelares, que se entre-ajudassem e o bajulassem todos juntos, ao mesmo tempo? Não era mais prático? E já agora, quem é que o criou a ele? Hein? 

Ainda dizem que a religião explica muita coisa... :S 

Saturday, October 23, 2010

waiting for the sun

Sim, tenho andado um bocado apanhada do clima devido ao clima (que piada parva). Tempo merdoso implica humor de cão. Sempre fui influenciada pela pressão atmosférica e aqui não haveria de ser muito diferente. Infelizmente, dias destes são em muito maior quantidade nestas terras e ainda não me consegui habituar...
Devo confessar que agora, passados uns 10 meses, para além de saudades da Estela, já começo a sentir a vontade de ir a Portugal... nem que seja por pouco tempo, mas ir a casa, ver as pessoas, apanhar "calorzinho" e ouvir a nossa língua em todo o lado e perceber tudo... ia saber que nem ginjas!!! :D 

Faltam 7 semanas para apanhar o avião. O count-down começa... Até lá, vou esperando... 


PS. Se quiserem que vos leve alguma coisa daqui pelo Natal, comecem a fazer os pedidos! E não, isso não levo!!! :P

Thursday, October 21, 2010

he just can't handle money

Uma repórter do Público andou a bisbilhotar nas contas públicas da Câmara Municipal de Lisboa e apresentou o seguinte número: 228 mil euros. Em dinheiro antigo, estamos a falar de cerca de 46 mil contos. Para quê, perguntam vocês? Para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos da cidade? Arranjar soluções para os edifícios moribundos do centro da cidade, dando-lhe nova vida, torná-la (ainda) mais aprazível para os turistas e não só, tornar menos difícil a vida dos moradores, facilitando parqueamento, por exemplo? Sei lá, de certeza que há imensos outros problemas com Lisboa que carecem de resolução.... Mas como somos um país muito rico, com dinheiro em abundância, vamos lá receber o Papa para levantar a moral do "pobão" e gastar do erário público porque a igreja, coitadinha, está a passar um mal bocado, anda na rua da amargura e os tansos nem vão reparar!  

"Só em altifalantes e ecrãs gigantes para a missa, o município gastou 68 mil euros, entregues sem concurso público, à Tecnilaser - uma empresa especializada na produção de espectáculos multimédia e no aluguer e montagem de equipamentos audiovisuais." 

"Aos 68 mil euros somam-se mais 82.460 euros, entregues em quatro parcelas à empresa responsável pelo altar, a Multilem. Para pagar o quê? O PÚBLICO tentou, sem sucesso, obter informações junto da firma. Segundo o portal dos contratos públicos, 35 mil euros foram despendidos com o aluguer de uma tenda para a missa, 23.700 com a própria missa campal e outro tanto com "serviços de meios técnicos audiovisuais". 

"A câmara assumiu os custos relativos à montagem de dois ecrãs (Praça do Município e Rua Augusta) na perspectiva de que a Praça do Comércio seria pequena para acolher todos quantos quisessem assistir à cerimónia - o que se veio a revelar de toda a utilidade", justifica a autarquia. O portal dá conta de mais dois ajustes directos relacionados com a cerimónia: a montagem e desmontagem de estruturas e o fornecimento de refeições. Tudo somado, dá quase 170 mil euros. Juntando aos 59 mil euros que a autarquia estima que tenha custado o trabalho extraordinário dos seus funcionários, o total ascende a 228 mil euros. "

"No mesmo portal fica a saber-se que o Ministério da Administração Interna comprou especialmente para a visita papal um sistema de videowall de 72.750 euros, para a GNR de Fátima."
Para ler na íntegra aqui.

Não ficam contentes de saber estas coisas? Eu também não.

Lá dizia o saudoso George Carlin: [on god] "But He loves you. He loves you, and He needs money! He always needs money! He's all-powerful, all-perfect, all-knowing, and all-wise, somehow just can't handle money! Religion takes in billions of dollars, they pay no taxes, and they always need a little more. Now, you talk about a good bullshit story. Holy Shit!"

Wednesday, October 20, 2010

Ode aos primos

Tinha 6 anos quando ganhei uma prima. Foi uma festa! Passado um ano, ganhei um primo. Outra festa! Eram os meus Nenucos. Eu vestia-os, mudava fraldas, ajudava a dar banho, dava de comer, brincava com eles, iamos ao parque...  Eu era a prima grande, a mais velha, que exigia respeitinho quer a bem quer a mal! :P 
Tive o melhor de 2 mundos: irmãos para brincar e não tinha de os aturar 24 horas por dia. Quando estavam de birra ou doentes ou simplesmente chatos, iam de volta para a casa deles! :P Na altura não me apercebia do negócio fabuloso que ali estava, mas era um facto! 
Passámos muitas férias juntos, andávamos sempre enfiados nas casas uns dos outros, muitos fins-de-semana, muita jogatana de cartas, Milionário, damas, puzzles, qualquer jogo: lá estavamos nós! :D

A malta cresce... a adolescência - meu deus, a adolescência-, primeiro a minha depois a deles. Um período difícil onde tudo é um drama e uma complicação. Embora não nos encontrássemos com tanta frequência, também não sentíamos a necessidade/obrigação de andar a controlar a vida uns dos outros pois sabíamos que estávamos sempre lá, para o que fosse preciso. 

Caminhos diferentes, vidas diferentes, amigos diferentes... Mas quando nos encontramos é sempre uma festa! :D 

Pois foi com grande felicidade que recebi prendinhas dos meus priminhos do peito:

* Saído directamente das mãos da fofura nº1, um gorro e umas "luvas"  (pulseiras??) de lã fofinha e super-gira! Tão prendada que a menina está! :D 
* E sabendo que a prima cota é muito saudosista, recebi o livro "Caderneta de cromos" assinado pelo autor, pelo primo fofo nº2. 

Isto quem tem primos tem tudo!!! Um bejinho enorme para a primalhada toda! Continuem a mandar presentes!! :P 


Vemo-nos no Natal! Tá quase!!! :D

P.S. Não desfazendo, tenho mais 4 primos, bem mais novos, que, infelizmente, não acompanhei o crescimento de um modo tão intensivo como destes 2 primos mais entradotes :P Mas gosto deles todos, hein?? ;)

tá mau, tá

Se eu já não me tivesse vindo embora, acho que estava a chorar baba e ranho de arrependimento, frustração, desespero e sabe-se lá que mais... 
Embora eu até não estivesse mal de todo em Portugal (afinal, um trabalho nos quadros da função pública, hoje em dia, já não é para todos) o ordenado não era grande coisa e a esperança de este vir a melhorar, de modo a começar uma família e poder viver (e não apenas sobreviver), estaria a kilómetros luz de acontecer! 

Este senhor diz aqui umas quantas verdades. Há que abrir os olhos e deixar de se ser uns comodistas, laissez-faire/laissez-passer, bon-vivants, sempre a contar com o ovo no cú da galinha. Ponham os olhos nos franceses!! Isso é que é mobilização!! Essa gente sabe fazer revoluções! :P

Devo confessar que este estilo de viver a vida dos portugueses nunca foi de encontro ao meu.  Desde criança, sempre achei que se tinham enganado nos meus papéis. O senhor que distribui as ordens de trabalho pelas cegonhas não devia ser dos mais competentes e fez com que a minha cegonha me deixasse onde deixou... Devia ser um funcionário público português.

Tuesday, October 19, 2010

Het Fadoschip

Se eu fosse mesmo mesmo mesmo fã de fado, já podia ficar mais descansada, pois aqui no rio desta cidade anda por aí uma barcoleta com portugueses a tocar e a cantar fado. E mais: com comida portuguesa (chouriços, azeitonas, queijos e vinhos)! 
Nada mau!! Pena é o fado... e os 50€ que custa... porra! 

Het petiscosbuffet

Monday, October 18, 2010

feijoada+chamuça+Proost!

Que mistela! É verdade! Fui a um casamento de um moço português, com uma menina do Suriname, na Holanda. 
O noivo trabalha comigo e tive o prazer de ser convidada para o seu casamento multicultural. Depois de um dia de trabalho (pois aconteceu numa sexta feira) lá me arranjei à pressa para ir ter com a boleia. Os morfes decorriam numa sala toda decorada com balões em forma de corações e os noivos encontravam-se numa tendinha feita para a ocasião, com uma chaise-longue, colunas com flores, um arco com drepadeira, para se tirar a tão famigerada foto com eles. Deixaram-se as prendas e lá fomos escolher uma mesa, pois não haviam lugares marcados. E agora aqui é que reside a principal diferença dos "nossos" casamentos: em vez de ficarmos sentados a enfardar a comida que nos trazem, foi buffet: levantas o cu da cadeira e vais para a fila buscar comerzinho em prato, talher e copo de plástico e no fim, vais deitar as coisinhas para o lixinho! E não é que só neste pequeno pormenor a coisa deve tornar-se francamente mais barata? Há que ser prático, minha gente! Os tugas, uns pés rapados, é que têm a mania da grandeza! Tudo do bom e do melhor e muito... só para ostentar. Endividam-se para casar! Faz sentido nos dias que correm? Não faz. 

Eu gostei de estar ali (tirando quando a música começou pois o DJ era surdo e o som devia estar no máximo!!! Ficámos todos com dores de cabeça!!). Gostei de ver os vestidos dos convidados do Suriname  (altas produções, quase Bollywoodescas), do facto de se conseguir topar, sem piscar o olho, quem eram os portugueses no meio daquela gente toda, de comer feijoada e que até não estava nada má (tendo em conta), de estar numa mesa com os colegas de trabalho e de me estar a divertir! 



Oh p'ra mim, pareço uma crescida!:P




E a Tânia comeu e bebeu o que lhe apeteceu, a Tânia dançou, comeu o bolo de casamento e bebeu champanhe, brindando aos noivos em holandês: PROOST! 



PS. Desculpem lá as fotos serem poucas e não grande coisa, mas não pude levar a máquina grande pois não cabia na pochete! :P

Wednesday, October 13, 2010

quando algum holandês me chatear...


TOMAAAAA! Vais p'a casa a pé que até andas de lado! :P

Tuesday, October 12, 2010

nova estação

A minha vizinha, sempre atenta, já mudou o décor do pxixé da entrada, construindo um belo centro de mesa em tons de castanho, com todos os motivos outonais possíveis. 



Não há que enganar: É Outono. 

Lamento informar, mas estes pequenos apontamentos sobre decoração predial irão ter o seu fim. Pelo menos, sobre este prédio. Pois é, vou mudar-me para uma cidadezinha muito pitoresca, com tudo o que se precisa, mais perto do trabalho e a 25 minutos de metro de Roterdão. 
A partir de 1 de Novembro, estarei a fazer posts de um novo apartamento, com uma cozinha maior, vidros duplos e um quarto a mais! ;) Se bem que não é um destino turístico, Spijkenisse irá ter o prazer de receber toda e qualquer gente que se queira deslocar até lá (bem, não é bem "toda e qualquer"... só os seleccionados, claro).

Entretanto, estive de férias e passei-as em casa, doente! Foi um belo disperdício... mas até calhou bem pois o tempo esteve mau e aproveitei para contactar milhentas agências imobiliárias e procurar a nova casota. It's done! :D Can't wait...

PS. Lamento a falta de ideias, temas, tempo, vontade de actualizar isto, mas melhores tempos virão... 

Tuesday, October 5, 2010

Parabéns, titia!


Gefeliciteerd met je verjaardag!


Que é como quem diz, Feliz aniversário :D

Não te preocupes, que os X0's são os novos 30's! ;) 

república, a quanto obrigas

Hoje faz 100 anos que afincámos um pontapé bem merecido no rei D. Manuel II, da casa de Bragança, mandámo-lo ir beber cházinho e comer pudim em Inglaterra, e a República Portuguesa foi instaurada. 
Como não sabemos fazer nada como deve de ser, aquilo andou para ali um reboliço uma data de anos, ninguém se entendia e foi resgatada por um tipo sedento de poder, que meteu a um canto a noção de "República". Houve guerras, revoluções, flores e verão quente e lá apareceu alguém para pôr mão nisto. Deram-se os passos na direcção certa e cá estamos. 
Andámos, andámos e temos um saloio como presidente desta nossa República. E para lhe fazer companhia na chefia da mesma, o povinho troglodita elegeu este tão amado PM, cheio de carisma e boa vontade, nada corrupto nem mentiroso! Ah, e inteligente e eloquente, estava a esquecer-me, como este video pode demonstrar:





100 anos e é isto que temos para mostrar... sad.

Thursday, September 23, 2010

i'm blue

Ontem começou o Outono ou "de Herfst" (nesta terra). O choque não foi grande, aliás, tem estado um tempinho bem mais jeitoso do que esteve no pico do "Zomer".
E para festejar, os senhores da minha empresa deram a todos os funcionários novas batas, personalizadas, da colecção Outono-Inverno 2010. São azul-escuro. É para não se notarem as nódoas de óleo... Não se nota tanto, é um facto, mas ficamos todos com um ar muito sombrio, triste. Parecemos operários fabris em vez de alegres trabalhadores de um laboratório. Veio-me à cabeça imagens do filme "1984" em que quasi-zombies, em filas, iniciam o seu trabalho, com ar pesaroso e deprimente, sob o olhar atento do Big Brother.



Só faltava serem macacões... Isso é que era de morte!!!!!!!!

E há quanto tempo é que não ouviam isto? Not long enough... eheheh

42

The Ultimate Answer to the Ultimate Question of Life, The Universe, and Everything.

Para a semana vou de férias. Ainda não sei o que vou fazer mas espero arejar a cabeça, procurar o meu 42...

Monday, September 20, 2010

Sunday, September 19, 2010

Oh papa!!

Já que andas numa de passeio e a gastar o dinheiro dos bons dos contribuintes com a tua entourage, presta uma visitinha aqui mais perto!! Vem à Bélgica que estão a precisar do teu "apoio"! Ou mesmo aqui, há muitos que não te gramam, podias vir fazer uma visita de PR! Vá lá!! Que também quero protestar! Tenho uma data de cartazes prontos a sair! E t-shirts! E banners! 
Ai, se estivesse em Londres este f-d-s iria de certeza encontrar-me no meio desta multidão!

Thursday, September 16, 2010

rinse and repeat

The story of my  life. Infelizmente, muito literalmente!
Embora eu seja fã do practice makes perfect (pois é, como todos sabem, o modo como são criados novos "caminhos" por novas sequências de sinapses no nosso cérebro), quando a prática já é demais, practice makes nauseous.
Vêm-me à cabeça imagens de pessoas que dizem: "Já trabalho aqui há 30 anos a apertar este parafuso". Sempre tive PAVOR de frases como esta.
Obviamente que qualquer trabalho cai rapidamente na repetição, mais tarde ou mais cedo. Acabamos sempre por fazer praticamente a mesma coisa todos os dias. Por isso é que tenho a sensação que nunca na minha vida me vou realizar profissionalmente :P Acho que o meu trabalho de sonho não existe mesmo... nem eu sei bem qual ele é... num dia de sol vou plantar tomates, no outro vou dar uma conferência no outro lado do mundo, na semana seguinte estou num laboratório a optimizar uma operação, no outro mês vou para um escritório confortável, no outro vou de férias... :P 


Entretanto, lá me vou aguentando com a esperança de que posso ter outras oportunidades/funções ali dentro, se bem que enquanto não me desenrascar melhor com a língua, vai continuar a ser "lavar e repetir"... ad infinitum.

Tuesday, September 14, 2010

Paris, je t'aime

Também é verdade, adoro Paris! Mas este é o título de um filme de 2006, realizado aos pedaços por diferentes realizadores, contando histórias de diferentes pessoas. Já fizeram o mesmo com Nova York, mas francamente, não teve piadinha nenhuma, não chegou nem aos calcanhares. O cinema europeu tem um certo je-ne-sais-quoi... ;)
O meu fragmento favorito é o de "Faubourg Saint-Denis", realizado pelo alemão Tom Tykwer (que também realizou E MUITO BEM o filme "O Perfume"). O senhor tem olhinho... Ou então sou eu que ando muito sensível... Já passa! 
Aqui fica então o excerto. 

Monday, September 13, 2010

we are...

...star stuff contemplating star stuff.
 (Carl Sagan)


Sinto-me uma formiguinha... em todos os ângulos possíveis... 

Sunday, September 12, 2010

in your face!

Pois na semana passada, um camião holandês, que carregava estrume, ia a passar alegremente por uma cidade alemã e... Explodiu!







Foi de propósito?? Ou uma feliz coincidência?? Será que foi uma mensagem que os holandeses há muito andavam a querer mandar ao alemães? 
Não sei a resposta, mas que foi giro, foi! :P

McFlyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy!

laziness

Estou preguiçosa como a porra!
É que não me tem apetecido fazer ponta de corno!!! E ter de ir trabalhar... ui, ui... custou muito!!
Esta semana que passou (com horário de tarde), dei por mim a acordar tarde e a más horas, ficar na ronha até ter de ir trabalhar, nem sequer fui às aulas de holandês!! 
Vi séries, vi filmes, li blogs, vi tv, li livros, dormi e fui trabalhar. Foi o que fiz. Mais nada.
Tempo merdoso durante a semana, escuro, frio, chuvoso, uma porcaria, que não dá pica nenhuma para fazer o que quer que seja.

Tenho uma data de rascunhos mas nem me tem apetecido desenvolver em posts como deve ser para se entreterem. Têm de levar com esta bela treta de post que é para partilharem comigo a merdunça de semana que isto foi! 
Pimbas!

O que conta a meu favor, é que semanas assim só existem de vez em quando... Vá, não me linchem!

Thursday, September 9, 2010

captain Obvious to the rescue

Quinta-feira é um dia com um sabor assim para o merdoso... 
Não é pão nem bolo, não aquece nem arrefece, já se está farto de trabalhar e nunca mais é sábado, nunca acontece nada de especial às quintas... pfff... que porcaria... quem inventou isto devia arrumar a trouxa e mandar-se para dentro de um vulcão (em actividade, de preferência). Este dia é quase tão mau como as segundas, por motivos bem diferentes. 


Hey, can I skip today??

Nota: Hoje à noite termina o Ramadão. Acabaram-se os muçulmanos carrancudos, cheios de fome, implicativos... Durante este mês, houve colegas que dava mesmo vontade de os mandar: - Vai mas é comer que isso passa, pá!

Sunday, September 5, 2010

Kasparov

Era quem gostava de ser.







Yo Ho Ho and a bottle of rum

A quantidade de anos que já tenho em cima ainda não me começaram a incomodar verdadeiramente. Sei que já estou mais perto da cova (cova não, que quero ser cremada ou estrume para uma árvore de fruto) mas acho que só daqui a mais umas semana é que vou deprimir... Até lá, ainda desembrulhei mais umas prendas de anos, que me animaram muito! :D A minha mãe deu-me o perfume que lhe pedi, um que já tive há uns anos e adorei! É este:
"Fragile" do Jean Paul Gualtier

Não é bonito, o frasco? É uma "precious thing"!! E cheira tããão bem... :D
Na continuação das prendas, agradeço ao senhor que toma conta do tempo por nos ter presenteado este fim-de-semana com um bocadinho de sol, que há muito que já nos estava a dever uns raiozinhos. Soube mesmo bem! E calhou que nem ginjas no decorrer do fim-de-semana do porto de Roterdão. 
Houve demonstrações marítimas, música, fogo de artifício, stands de empresas ligadas ao porto, barcos abertos em que se podia entrar, barracas de venda de brique-a-braque (aka tralha), um festival de Shanty onde deu para conhecer mais um bocadinho da herança cultural dos Holandeses. Este "Shanty" é nada mais que um tipo de música, tipo cantares alentejanos, mas de marinheiros, com um toquezinho de pirataria :) Homens feitos, já de uma certa idade, passeando pelas ruas, com lenços na cabeça, corsários, correntes e brincos dourados e sem faltar o bom do papagaio no ombro, cantando, com o seu arenque numa mão e uma cerveja na outra!
Provaram-se mais algumas "delicacies" locais, passeou-se, aproveitou-se o bom tempo e tiraram-se fotos!! Mais um fds em Roterdão. 




dentro de um navio do final do séc. 19. Os marinheiros na marotice!!

 eu fui convidada para alegrar o sr. comandante na sua cabine

Parecia o Eric Idle dentro de um barquinho com um realejo.
Foi um momento WTF!

A dar rumo à vida?! :P

Vai uma sandes de enguia fumada?

Esta gente é muito fixe!!!!!!!!!!!